terça-feira, 15 de julho de 2014

Criaturas Diminutas que Cabem em um Dedo

Aqui apresentamos alguns pigmeus do mundo animal.

Sagui-leãozinho (Cebuella pygmæa): é o primata mais diminuto de América do Sul. Seu tamanho médio é de 14 cm. Mas ante a ameaça de um predador, compensa o seu pequeno tamanho com força numérica atacando em bandos aos seus inimigos.
Cobra de colar amarelo (Diadophis punctatus): não é muito aterradora com seus 20 cm de comprimento. Ao não ser venenosa, seu método de defesa é espantar os seus rivais pelo nojo, vomitando o fedorento conteúdo de seu estômago.

Salamandra (Tarentola mauritanica): come insetos muito grandes para o seu tamanho (mede 86 mm). Para capturá-los, ela se aproxima silenciosa lentamente até poucos centímetros de suas presas.

Se há um mascote popular no mundo, esse é o hammster (criceto). O mais diminuto é o da subespécie roborowski, com apenas 5 cm.

Rã de olhos vermelhos (Agalychnis callidryas): com seus escassos 50 mm, seria presa fácil de qualquer predador. Para se livrar deles, ela utiliza seu olhar, já que seus olhos sanguinolentos supostamente aterrorizam outras criaturas.

Aranha saltadora se destaca por seus imponentes olhos e por sua grande agilidade. Embora seu tamanho seja de aproximadamente 15 mm, pode saltar uma distância de cinquenta vezes o seu tamanho.

Os bebês de tartaruga marinha pesam em média 40 g, enquanto que alguns espécimes adultos podem superar os 500 quilos. Ainda que de cada mil filhotes, apenas um punhado alcança a maturidade.

Pequeno gafanhoto: Os filhotes deste inseto são quase idênticos aos adultos, salvo por seu diminuto tamanho. Ainda que quando abandonam sua etapa de ninfas para se converterem em adultos, possam alcançar um tamanho de vários centímetros.

Os camaleões mais pequenos conhecidos vivem em Madagascar e medem 3 cm. Mas o da foto é um filhote da subespécie de Iêmen (Chamæleio calyptratus). Medindo apenas 5 cm, mas pode crescer até os 20.

Gecos (Gekkonidae): são répteis peculiares por seu pequeno tamanho e porque ao interagirem emitem um ruído agudo semelhante a um tosco cântico. Por esta razão, antigamente lhes atribuíam poderes mágicos.

As fêmeas da aranha saltadora verde medem 8 mm, e os machos 5 mm. Apesar da sua insignificante aparência, possui um poderoso par de quelíceras que fazem com que sua picada seja muito dolorosa, apesar de não ser venenosa.

Toupeira da América do Norte (Scalopus aquaticus): criatura que só mede 12 cm, e que tem os olhos tampados pela pelagem corporal.

O "louva-a-deus europeu anão" (Ameles spallanzania) se diferencia dos comuns porque suas fêmeas (que medem 1 cm) não canibalizam ao macho durante o coito.

O menor caracol do mundo, é o Punctum pygmaeum. Vive em zonas da Sibéria e mede 1 mm.

Pese a sua boa dentada, não há o que temer do Meroles anchieae (Lacertidae). Este réptil do deserto da Namíbia se alimenta de arbustos e sementes.


Fonte Fonte