segunda-feira, 21 de julho de 2014

Gee Bee Modelo R: Um avião bonito mas perigoso

O Gee Bee Modelo R Super Sportster é um avião clássico desenhado pela Aeronaves irmãos Granville de Springfield, Massachusetts, EUA e foi construído especificamente para a corrida Thompson Trophy de 1932.

O avião foi anunciado como "o avião licenciado mais rápido e mais manobrável por sua potência nos Estados Unidos", e manteve esse nome até ganhar a corrida de 1932 com o piloto Jimmy Doolittle e estabelecendo um novo recorde de velocidade mundial em monomotor de 476 km / h. Os Bee Gee Sportsters logo se tornaram uma possessão e eram frequentemente apresentados em shows aéreos pelos seus proprietários, atraindo muita atenção onde quer que aparecessem.

A aeronave tinha um design muito peculiar, caracterizado por uma robusta fuselagem completa, com um conjunto baixo de asas e a falta de uma empenagem convencional. A fuselagem foi essencialmente construída em torno do motor de pistão radial maciço montado na frente extrema do design. A carlinga foi colocado bem para trás, apenas na frente do estabilizador vertical, a fim de dar o piloto de corrida, uma melhor visão ao fazer manobras.


No entanto, a sua extrema colocação para trás fazia com que a fuselagem dianteira bloqueasse toda a visão da parte da frente da aeronave. Da mesma forma, as pequenas janelas da carlinga obrigavam o piloto a trabalhar mais do que a maioria.

O Gee Bee Modelo R também tinha uma tendência natural para levantar, permitindo ao piloto fazer giros vertiginosos em torno de postes, mantendo ou ganhando altitude ao contrário de perdê-la. Este design, embora inerentemente benéfico, causou experiências aéreas mortais para muitos de seus pilotos. Na verdade, o avião logo ganhou uma reputação como uma máquina potencialmente perigosa. As diminutas superfícies de controle, baixo momento polar de inércia e a características de voo aparentemente irreconciliáveis, ​​gerou a certeza de que apenas os pilotos mais experientes poderiam ficar longe dele.

As aeronaves Granville tem uma longa história de acidentes a partir de modelos anteriores - Model X, modelo C, modelo D, Modelo  E, Modelo Y e Modelo Z  que terminaram com alguma catástrofe ou matando muitos pilotos no processo, incluindo um dos irmão Granville, Z.D. Granville. O Modelo R seguia o mesmo padrão. Após o quinto acidente grave, foi decidido que quaisquer outras reconstruções seria inúteis e potencialmente fatais para os futuros pilotos.

Nenhuma das aeronaves originais da série Gee Bee Sportster sobrevivem até hoje. Uma réplica do R-2 foi construída por Steve Wolf e Delmar Benjamin, que voou em práticas acrobáticas em inúmeros shows aéreos demonstrando que a incompreendida aeronave é capaz de fazer nas mãos de um piloto que entende das suas características.

Fonte