sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A Autenticação do Violino do Titanic

Era 15 de abril do ano 1912, em um ambiente de desespero e dor, muitos viam suas vidas chegando ao fim e a única certeza era a morte, mas em meio ao caos se ouvia algumas melodias, que segundo conta a lenda, provinham dos instrumentos de 8 pessoas dirigidas por Wallace Hartley e que não teriam deixado de tocar até o fim*.


Wallace Hartle
Pois há uns 10 anos, em uma velha água-furtada da Inglaterra, foi encontrado um violino de pau rosa que teria pertencido ao próprio  Wallace Hartley líder da orquestra do Titanic.

Mais de 100 anos após o naufrágio do grande navio, o instrumento foi autentificado por uma casa de leilões britânica. Mas qual é a sua história?

Dizem que o corpo de Wallace Hartley apareceu 10 dias após o desastre e junto a ele uma mala de couro onde estava o violino. De fato, a mãe de Wallace disse à imprensa: "Sabia que (Wallace) morreria abraçado ao violino. Estava muito unido ao seu instrumento".

De acordo ao que menciono Andrew Aldrigdge, da sociedade Henry Aldridge & Son da Inglaterra, foram precisos sete anos para certificar a origem do instrumento, no entanto, os cientistas que examinaram o violino, concluíram que "os restos oxidados" achados no instrumento eram "compatíveis com uma imersão em água do mar".

A empresa Henry Aldridge & Son, disse que o violino tem sido objeto de várias auditorias para provar sua autenticidade desde a sua descoberta em 2006. Ela havia dito que o violino era "além de qualquer dúvida razoável" pertencente ao Sr. Hartley.

O instrumento foi um presente a Hartley, de sua namorada violinista Maria Robinson. Ele traz a inscrição:  "Para Wallace, por ocasião do nosso noivado. De Maria". 


Seja como for o violino foi leiloado em Belfast, a cidade onde foi construído o Titanic, onde o lance mínimo era de 129,430 Dólares (Aprox. 289 mil Reais) e um colecionador pagou a quantia de 1 milhão 665 mil Dólares ( Aprox. 3 Milhões e meio de Reais) pelo violino que teria sido tocado até o fim do naufrágio mais marcante de todos os tempos.


*Veja a postagem no Noite Sinistra sobre o mistério da música que teria tocado durante o naufrágio do Titanic.