segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A Floresta Internacional de Carros da Última Igreja

Nos arredores da antiga cidade mineira de Goldfield, em Nevada, EUA, a uns 700 metros da Highway 95, encontra-se o "International Car Forest of the Last Church"  - uma instalação de arte e grafite com 40 carros antigos, caminhões, e ônibus espalhados e enterrados verticalmente no deserto. A instalação é uma colaboração entre Michael "Mark" Rippie e o artista Chad Sorg.

Michael Rippie, que possui 80 hectares de terra ao lado da estrada de terra, iniciou o projeto em 2002, determinado a conseguir o título no Guinness Book dos recordes, como o maior campo de carros "plantados" verticalmente no solo.

Ele se juntou mais tarde com Chad Sorg, que estava dirigindo através de Goldfield há vários anos, quando ele avistou um veículo saindo do chão. Sorg ficou tão intrigado com a criação de Rippie que ele se mudou para Goldfield em 2011 para viver em um trailer e criar arte junto com Rippie.

Ao contrário do famoso "Cadillac Ranch", no Texas, onde os carros são plantadas no mesmo ângulo que a Grande Pirâmide de Gizé, ou Carhenge em Nebraska , inspirado no pré-histórico Stonehenge da Inglaterra, parece não haver ordem aparente nesta floresta de carros.

Alguns veículos estão enterrados, alguns empilhados, uns sobre os outros e ainda outros mais, simplesmente estacionados. Alguns estão cobertos com graffiti psicodélico. A fonte das velhas sucatas não é clara, mas, no deserto de Nevada, esses veículos não são exatamente difíceis de encontrar.

A floresta de carros está aberta todos os momentos para o prazer da visão. Artistas pintaram estes carros, e bandas tocam para o público lá. Infelizmente, os dois artistas não trabalham mais juntos depois que discutiram em uma festa. Rippie está agora atrás das grades, condenado em novembro passado a dois anos de prisão federal por violar as leis de armas. Sorg foi para Reno, onde ele está supostamente trabalhando em um Motel.





Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário