segunda-feira, 4 de agosto de 2014

A Poluição Invade as Águas da China

A fumaça que caiu sobre Pequim, há algum tempo, capturando a atenção da mídia internacional, não é o único sinal visível do rápido crescimento econômico da China e dos riscos ambientais decorrentes.
Inúmeros rios e lagos também são contaminados por fábricas próximas e às vezes, por moradores locais.

Fontes d'água poluídas têm sido associados a um aumento das "vilas de câncer", ou áreas onde as taxas de câncer são elevadas entre as pessoas que vivem ao longo das vias contaminadas.
O jornal Gu Yongqiang afirma que o fracasso da China em resolver os problemas ambientais, não é um produto de limitações técnicas ou financeiras, mas sim, de uma esmagadora falta de interesse por parte das autoridades.
A indignação pública, em grande parte auxiliada pelo poder de mídia sociais, está começando a forçar as autoridades a tomarem medidas.

Duas fábricas de produtos químicos ilegais estavam descarregando águas residuais de produção nas tubulações de esgoto para chuva, alegadamente causando a vermelhidão ao Rio Jianhe em Luoyang, província de Henan em dezembro de 2011.
Um menino nada no litoral cheio de algas de Qingdao, província de Shandong.
Lago Chaohu em Hefei, província de Anhui, é um dos oito rios e lagos da China que o país planeja tratar em um plano de investimento de $ 7,4 bilhões.
Uma criança nada em um reservatório poluído, no sudoeste da província de Guizhou na China, em setembro de 2006.
Um peixe morto flutua na água cheia de algas verde-azuladas no Lago leste em Wuhan, província de Hubei em 20 de agosto de 2012.
Uma fábrica de parafusos e porcas, situada ao lado de um rio poluído em Jiaxing, província de Zhejiang.
A água poluída de uma planta de fundição de terra rara vomita dejetos em uma barragem próxima da vila Xinguang. A China fornece 97 por cento das terras raras utilizadas no mundo, que são usados ​​em ímãs, rolamentos e componentes de alta tecnologia que vão para computadores, veículos e cada vez mais, para tecnologias de energia limpa, como turbinas eólicas e carros híbridos.
Pescadores limpam óleo perto de um importante porto do norte da China após uma explosão de um oleoduto que vazou mais de 1.600 toneladas de óleo pesado no mar em julho de 2010.
Um pescador no topo de um dreno em um canal poluído no centro de Pequim.
Um pescador apanha água cheia de algas do lago Chaohu em Hefei, província de Anhui, em 16 de junho de 2009.
Pescadores andam pelo fundo lamacento de um canal poluído, coletando peixes no centro de Pequim.
Uma mulher caminha em uma ponte sobre o rio poluído de uma área suburbana de Wenzhou, província de Zhejiang.
Um vazamento de esgoto de uma mina de cobre polui um rio e reservatório em julho de 2010, envenenando mais de 4 bilhões de quilos de peixe.
Trabalhadores limpam o lixo flutuante no rio Yangtze, perto da Hidrelétrica de Três Gargantas, em novembro de 2009.
Crianças pescam em um rio poluído coberto de algas em Hefei, província de Anhui, leste da China, 18 de julho de 2006.
Águas poluídas, potencialmente letais, vão em direção a Harbin, uma das maiores cidades da China com 9 milhões de pessoas, depois de uma explosão em uma fábrica petroquímica em novembro de 2005.
Mosquitos cobrem as grades ao longo do Lago Leste em Wuhan, província de Hubei, em Novembro de 2009. Os pequenos mosquitos aparecem no lago por causa da poluição da água e abandonam o local quando a temperatura cai.
Um habitante lava roupa em uma lagoa poluída em Xiangfan, província de Hubei, 21 de março de 2010.
Um pescador salta de seu barco após a pesca no período da manhã em um rio poluído em Hefei, na província de Anhui, leste da China, em 8 de março de 2007.

Fonte