quarta-feira, 13 de agosto de 2014

As Cachoeiras Voadoras de Milford Sound

Milford Sound, no sudoeste da ilha sul da Nova Zelândia, é um fiorde e uma das mais conhecidas atrações do país. Esculpido por geleiras durante as eras glaciais, o fiorde se estende por 15 -19 km com largura de até 3 quilômetros e ladeado por penhascos íngremes subindo verticalmente d'água em ambos os lados. Alguns destes penhascos chegam a até 1.500 metros de altura.

Milford Sound é um dos lugares mais úmidos do mundo. Por lá chovem 182 dias por ano em média e durante esses dias, as nuvens derramam 680,72 centímetros de água. Particularmente em dias chuvosos, 25,4 centímetros de chuva podem cair em 24 horas. Milford Sound parece mais magnífico quando está chovendo, como o "muro das lágrimas", no Havaí.


A precipitação cria dezenas de cachoeiras temporárias que correm pelas falésias, algumas chegando a mil metros de comprimento. A maioria das cachoeiras menores, no entanto, têm seu véu d'água evaporado durante a queda e nunca chegam à terra.

Milford Sound está localizado nas latitudes caracterizadas por um forte vento do oeste quase constante. Os ventos aqui sopram imperturbáveis por milhares de quilômetros, até que de repente, se reunem na enorme parede dos Alpes do sul. Preso no "portão" estreito de Milford Sound, os ventos fortes rodeiam o fiorde até atingir as paredes do penhasco, onde vai de encontro as gotas caindo da cachoeira.

Presas pelo forte vendaval, as corredeiras brancas das cachoeiras são sopradas e afastadas lateralmente ao longo da superfície do penhasco onde acabam depositadas suavemente. Inúmeros turistas em navios de cruzeiro, admiram esse espetáculo inesquecível.

Milford Sound não é o único lugar no mundo a oferecer essa visão, mas não há nenhum outro lugar onde este fenômeno é visto em tal escala e com tanta frequência.







.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário