terça-feira, 12 de agosto de 2014

Curionautas Doodles #19

* Essa postagem trás os Doodles, que são as mini-postagens com curiosidades que publicamos no Facebook




Quem inventou o pisca-pisca e as luzes de freio?

Atualmente a circulação por qualquer estrada não poderia ser entendida sem a ajuda das luzes de intermitência e as de freio. Estas são um magnífico elemento para avisar a outros motoristas de nossas intenções, evitando acidentes de forma rápida e simples. A inventora foi a canadense Florence Lawrence, nascida em 1886. Era filha de uma atriz de teatro e ela também tentou a sorte no mundo da interpretação. Depois de se mudar a Nova Iorque (EUA) iniciou sua carreira no cinema em 1907, chegando a ser considerada a primeira estrela feminina.

No entanto, diversos problemas pessoais e um incêndio fortuito em uma rodagem em que ficou ferida, provocaram que iniciasse seu declínio artístico. Além disso, o falecimento de sua mãe fez com que ela pagasse por uma cara tumba, pelo que teve sérios problemas econômicos durante sua velhice. Embora antes de que isto acontecesse, Lawrence pôde desfrutar de sua grande paixão, os automóveis. Graças ao seu gosto por eles, teve várias ideias interessantes para facilitar a condução, destacando especialmente as luzes de freio e os pisca-piscas.

Segundo seu invento, os para-choques traseiros tinham uns pequenos "braços" que se abriam ao apertar um botão, mostrando a direção que ia tomar o carro. Enquanto, no caso das luzes de freio, o sinal era limitado a um cartaz de 'stop' que aparecia na parte traseira do veículo ao apertar um botão. Dois inventos que hoje em dia lhe somos gratos, embora tristemente Lawrence não decidiu patenteá-los. Em consequência, tanto ela como sua família não puderam reclamar posteriormente os rendimentos econômicos por sua estandardização na produção de automóveis.

Via: en.wikipedia.org




Como foi a morte do explorador Magalhães?

Fernão de Magalhães foi um navegador e explorador português nascido em 1480. Em 20 de setembro de 1519 zarpou de Sanlúcar de Barrameda em uma expedição formada por cinco naus, a qual acabaria por ser a primeira que circunavegaria a Terra. No entanto, toda aquela enorme aventura teve um grande preço para ele, pois acabou lhe custando a vida. Depois de passar dois anos de enormes penúrias pela falta de víveres frescos com os quais se alimentar ele e toda sua tripulação, chegaram a Filipinas após alcançar e atravessar o Pacífico.

Na sua chegada as ilhas, Magalhães se viu imerso em um conflito entre clãs rivais. Depois de tomar posse dos territórios em nome do rei da Espanha na ilha de Cebú, em 14 de abril de 1521, batizaram uns mil indígenas, incluíndo seu chefe, Huamabón. Esta tribo estava em guerra com Lapu Lapu, chefe da ilha de Matcán, no qual, o explorador decidiu ajudá-los.

Assim, tratou de desembarcar em Matcán junto a 50 de seus homens, mas foram recebidos com flechas e Magalhães foi ferido enquanto seus companheiros fugiam. Só e com graves lesões, o navegador recebeu o golpe de misericórdia pelos indígenas. Ante esta situação, Juan Sebastián Elcano foi eleito para ocupar seu local à frente da expedição e sob suas ordens, completaram seu regresso a Espanha em 6 de setembro de 1522 sobre a única nau que sobrevivera, a "Vitória".

Via: wikipedia.org




Qual é o quadro em que aparecem mais pessoas e animais?

A pintura conhecida que conta com mais personagens representadas é "O jardim das delícias". Foi desenhado entre os anos 1500 e 1505 pelo pintor holandês Hyeronimus Bosch e atualmente pode ser contemplado em pessoa no Museu do Prado de Madri. Conta com cerca de 450 figuras humanas e mais de uma centena de animais, os quais se repartem ao longo da tela central de 220 x 389 centímetros e das duas telas laterais de 220 x 97 centímetros que o conformam.

Seu peculiar desenho permite que quando esteja fechado, o tríptico represente o terceiro dia da criação do mundo e nele se vejam apenas formas vegetais e minerais, enquanto que quando aberto, permite ver três zonas bem diferenciadas: o paraíso no último dia da criação, com Adão e Eva; a zona da luxúria e a loucura, na qual inclui imagens dos prazeres carnais; e finalmente o inferno, com cenas da condenação que sofre o ser humano por seus pecados.

Via: en.wikipedia.org




Que segredo esconde a Capela Sistina de Michelangelo?

O artista e pintor Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni ou Michelangelo (1475-1564) foi durante sua vida um apaixonado da anatomia humana. Ao longo de sua extensa produção artística deu boa amostra disso ao deixar detalhes subliminares relacionados com esta ciência.

De fato, há alguns anos uns, pesquisadores descobriram em um de seus afrescos da abóbada da Capela Sistina (chamado "A separação da luz e as trevas") que o pintor camuflou de forma bastante real e precisa, um cérebro e sua união com a coluna vertebral no pescoço do ser que representa a Deus.

"Achamos que Michelangelo quis realçar a importância desse fresco ocultando esta sofisticada representação neuroanatômica na imagem de Deus" assinalaram ao respeito os pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins (EUA).

Assim, esse cérebro é somado ao já percebido anteriormente no afresco "A criação de Adão", em que também se intui esse órgão depois das sombras que rodeiam à representação de Deus.

É por demais conhecido que Michelangelo visitou em vida os depósitos de cadáveres com o objetivo de dissecar alguns deles para estudar e analisar o corpo humano e não surpreende que levasse sua paixão ao terreno da arte e soubesse disfarçar estes desenhos graças a seu genialidade.

Via: journals.lww.com




Qual é o museu mais visitado do mundo?

Segundo o "Relatório Mundial da Cultura" elaborado em 2012, o museu mais visitado do mundo é o do Louvre (Paris) graças aos 9.720.000 visitantes pagantes que foram a ele no citado ano. Curiosamente os dois postos seguintes são para dois museus de Washington (EUA), ambos gratuitos.

Assim, o Museu Nacional de História Natural foi o segundo mais visitado com 7.600.000 pessoas; enquanto o Museu Nacional do Ar e do Espaço foram 6.800.000 visitantes.
Dos 20 primeiros museus desse ranking, 6 estão em Londres, igual que outros 6 em Nova York e Washington.

Via: The Global Attractions Attendance Report




Que interessante invento criou Lewis Carroll, o escritor de Alice no país das maravilhas?

O britânico Lewis Carroll (1832-1898) é lembrado principalmente por ter escrito a obra literária "Alice no país das maravilhas" e sua sequência "Alice através do espelho". Mas este homem também teve outras inquietudes ao longo de sua vida, entre as que se incluem a fotografia e as matemáticas. De fato, graças a esta última, cultivou sua paixão pelos jogos geométricos e os passatempos, chegando inclusive a realizar vários inventos interessantes.

Entre eles estavam o nictógrafo, uma tabela para fazer anotações com pouca luz que empregava um alfabeto próprio; bem como um jogo que é considerado como o antecessor do moderno "Scrabble" (mais conhecido no Brasil com o nome de Palavras cruzadas). Segundo sua própria descrição, tratava-se de um "jogo de letras que se movem em um tabuleiro similar ao do xadrez, até formar palavras".

Desta forma que pode ser considerado que Carroll foi o primeiro em criar um passatempo desse tipo, embora não seria até várias décadas depois quando o arquiteto Alfred Mosher Butts criou na década de 1930, o jogo chamado "Lexico" como passo prévio ao aparecimento da patente do primeiro "Scrabble" em 1948.

Via: en.wikipedia.org/wiki/Lewis_Carroll#Inventions



Tigre na rodovia

12 de agosto de 2014 - Dois homens que dirigiam por uma estrada russa se encontraram com uma inesperada surpresa: nada menos que um tigre. Junto a outros motoristas, os dois indivíduos fizeram uma parada no caminho para filmar o animal selvagem que, pese o seu imponente tamanho e lendária agressividade, parecia tranquilo e sem muita vontade de jantá-los...

Nenhum comentário:

Postar um comentário