domingo, 17 de agosto de 2014

Curionautas Doodles #23

* Essa postagem trás os Doodles, que são as mini-postagens com curiosidades que publicamos no Facebook





É verdade que o nariz de Darwin quase o impede de criar sua teoria da Evolução?

Efetivamente. A ideia resulta rocambolesca, mas a verdade é que o particular nariz que tinha o cientista Charles Darwin quase lhe deixa de fora da viagem pela América do Sul que lhe fez conceber as principais ideias da sua famosa ''Teoria da Evolução''. No final de 1831 o capitão do navio ''Beagle'', Fitz Roy, organizou uma expedição para cartografar a América do Sul. A viagem prometia ser longa, de modo que solicitou aos seus superiores que deixassem embarcar também a um cavalheiro cientista que pudesse fazer companhia. Para o posto foi recomendado Darwin, que naquele tempo era um jovem naturista de 22 anos.

No entanto, inicialmente, Roy esteve a ponto de recusar sua candidatura por seu nariz, já que tal e como confessou Darwin anos mais tarde:

"depois de intimar com Fitz Roy eu escutei ele dizer que estive em sério risco de ser recusado por culpa da forma do meu nariz. O capitão era um acirrado discípulo de Lavater, que estava convencido de que podia julgar o caráter de um homem por seus traços físicos.
De modo que duvidou de que alguém com meu nariz poderia possuir a energia e a determinação necessária para a viagem. Mas acho que depois ficou muito satisfeito de ter se equivocado com meu nariz".

Dessa forma, pode se dizer que a pseudociência da ''fisionomia'' esteve a ponto de privar à humanidade da importante teoria evolutiva e por sorte ao final, imperou a lógica e Darwin pôde fazer essa viagem de cinco anos que mudou sua forma de conceber a natureza.

Via: goo.gl/j3CvcZ




Quem foi o famoso prisioneiro da máscara de ferro?

No cinema seu papel esteve interpretado em 1998 pelo ator Leonardo Di Caprio, mas a verdade é que hoje em dia, se desconhece a verdadeira identidade do famoso prisioneiro francês que ingressou na prisão da Bastilha em 18 de setembro de 1690.

Em sua obra  “O século de Luís XIV” (1751) o historiador Voltaire revelou a existência desse estranho personagem depois de ter escutado a história de boca de outros presos durante sua estadia no mencionado cárcere no ano de 1717.

Ao que parece, esse homem estava sempre mascarado e desfrutava dos melhores privilégios em sua cela, assim que podia se vestir com ricas roupas e desfrutava da melhor comida.

Com o tempo, a literatura divulgou a história de que se tratava de um irmão gêmeo secreto do rei Luis XIV, mas se trata de uma possibilidade pouco crível. Hoje em dia são atribuídas até uma dezena de identidades diferentes, embora a versão mais fiável é de que se tratava de Eustache Dauger, um homem condenado a prisão perpétua desde 1669 que foi escolhido como servente de Nicolás Fouquet, um ministro de Luis XIV que, a sua vez, tinha sido preso por peculato de fundos.

Depois da morte de seu senhor, ele passou a acompanhar ao guardião carcerário Bénigne Dauvergne de Saint-Mars, quem ao entrar na cárcere parisina em 18 de setembro de 1698 levou-o com ele. Para ocultar sua identidade, Saint-Mars ordenaria que levasse sempre uma máscara, embora não de ferro, mas sim de veludo negro.

Além disso, ninguém podia falar com ele nem se conhecia seu verdadeiro nome. O misterioso mascarado morreu na manhã do dia 19 de novembro de 1703 sem revelar a ninguém sua verdadeira identidade, assim que hoje em dia sua lenda perdura e os pesquisadores seguem duvidando sobre quem se escondia por trás da máscara.

Via: dianademeridor.blogspot.com




Por que curiosa razão Mike Tyson brigou pela primeira vez?

Apesar da sua fachada de durão, Mike Tyson é um homem com sensibilidade. Um dos detalhes que demonstra isso, é a sua paixão pelas pombas, pois cria esses animais desde que era uma criança.

De fato, afirma que durante sua infância elas o ajudaram a superar o trauma de ter sido abandonado por seu próprio pai. Tal era seu amor por essas aves que em sua autobiografa ''Undisputed Truth'' o pugilista revela que sua primeira briga aconteceu em um incidente com outro garoto por uma pomba.

Por isso, o Site ''Vice.com'' perguntou a Tyson sobre esse episódio e assim contou o ex-peso pesado:
"Quando criança, roubei dinheiro e com ele comprei um montão de pombas. Tinha como 100 delas, naquele tempo custavam um dólar e meio cada uma. De modo que tinha duas caixas gigantes cheias de pombas, que nem sequer podia carregar, assim que eu arrastava as caixas. 
Eu mostrei elas a alguém e isso atraiu um monte de crianças que tentaram me roubá-las. Um meteu uma pomba em sua camiseta e começou a correr. Eu vi e pedi que ele me devolvesse, mas ele não quis. 
Então um amigo me disse para que brigasse com ele. De modo que começamos a brigar. No final não o nocauteei, mas bati mais nele do que ele em mim, de modo que suponho que venci. Atirei ele ao chão com um golpe muito chulo. Quando eu o atirei ao chão, eu comecei a dançar e todos começaram a aplaudir".

Via: vice.com




Qual é a curiosa proibição de amor que há em Paris?

Paris é conhecida por ser ''a cidade do amor''. No entanto, a capital francesa não se livra de ter alguns limites algo ridículos e estranhos para dar rédeas soltas à paixão. Ao que parece, segundo a lei local, não está permitido se beijar nas plataformas de trem.

Trata-se de uma norma surpreendente que, no entanto, não é única na Europa, já que na estação de Warrington Bank Quay, nas periferias de Londres, também não estão permitidos os beijos.

Ao que parece, o motivo está em uma antiga petição dos taxistas, quem se queixaram de que os ''adeus'' dos apaixonados dificultava o seu trabalho. Já que se sabe que algumas apaixonadas despedidas podem ser prolongadas algo mais do que o esperado...

Via: telegraph.co.uk & roughguides.com




Qual é o nome do pássaro do Twitter e por que se chama assim?

Todo mundo que usa o Twitter já viu alguma vez, mas poucos sabem que o passarinho da rede social também tem nome. Chama-se Larry, um apelido que não é uma casualidade, pois deve ao famoso ex-jogador de basquete Larry Bird.

Este atleta jogou no Boston Celtics entre 1979 e 1992, época em que ganhou três anéis da NBA. Por isso, resulta lógico que seja o ídolo da juventude de Biz Stone, fã dos Celtics e cofundador da famosa rede social; de modo que este decidiu chamar assim à mascote do Twitter como homenagem.

Assim confirmou o próprio Biz a Peter Stringer, um dos encarregados de comunicação dos Celtics, quem quis saber de primeira mão, se o episódio era real depois de ter ouvido falar sobre ele.

Via: mashable.com




Quanto tempo de nossas vidas passamos dormindo?

Dormir é uma atividade fundamental para que nosso organismo se encontre em um ótimo estado durante o dia. O habitual para uma pessoa normal, é dormir durante 8 horas diárias, embora o tempo possa oscilar em função do sexo, idade ou a saúde do indivíduo.

Assim, segundo uma estimativa regular, uma pessoa que vive uns 75 anos passa entre 20 e 25 deles na cama. Ainda que deste tempo, apenas uns 3-5 anos corresponderiam aos sonhos propriamente ditos, já que a cada noite só sonhamos a quarta parte do tempo que passamos descansando.

Por tudo isso, se pode dizer que dormir é o prazer mais prolongado que desfrutamos ao longo de nossas vidas, embora sempre há quem pense se tratar de um tempo desperdiçado.

Via: mirror.co.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário