quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Este "Transformer" de Origami é Capaz de se automontar e Escapar

A automontagem está presente na natureza desde a formação de componentes celulares até a montagem de um vírus ou uma colônia de insetos. Agora, pesquisadores da Universidade de Harvard e do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) aplicaram o conceito na construção de máquinas que se dobram e se montam por si mesmas em poucos minutos.

O resultado são pequenos "transformers" que como por magia, se armam sem a intervenção de ninguém. Precisam apenas de materiais plásticos planos e a energia para os circuitos incorporados no corpo do robô. As instruções foram publicadas esta semana na revista Science.

"Demonstramos este processo mediante a construção de um robô que se monta e se afasta sem ajuda humana," destaca Sam Felton, pesquisador da Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas da Universidade de Harvard (EUA) e principal autor do trabalho.

Os cientistas construíram o robô com polímeros fáceis de conseguir no mercado, com efeito memória e desenhados para se contraírem a 100 ºC.
O calor é gerado pelos circuitos e as dobras são obtidas com dobradiças.


Para automatizar o processo de dobra, os pesquisadores utilizaram um software de desenho inspirado nas técnicas do origami japonês, que permitiu definir os melhores padrões para que a máquina plana, adote a forma em 3D.
Após o robô se auto-armar, pode "caminhar" e inclusive dar a volta. Tudo em apenas quatro minutos. A velocidade que o pequeno "transformer" se desloca, é de aproximadamente 5,4 centímetros por segundo.


"A fabricação tradicional requer uma maquinaria cara e a impressão 3D é lenta demais para a produção em massa, mas com os materiais planos que utilizamos, podem ser construídos rapidamente com ferramentas de baixo custo" assinala Felton.

Segundo os autores, as aplicações potenciais dessas máquinas incluem seu uso em espaços estreitos de difícil acesso, como em escombros ou os edifícios colapsados.

Em outro artigo paralelo publicado também na Science, pesquisadores da Universidade de Cornell também propõem o uso de dobra de origami em ziguezague para empacotar de forma eficiente, os painéis solares das missões espaciais.

Vídeo:
.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário