quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Experimente Antes de Morrer - Mórbido Festival em que Japoneses Testam Caixões e Maquiagem Funeral

Experimentar um caixão enquanto você ainda está vivo pode ser uma experiência bastante inquietante. Mas os japoneses parecem adorar. Eles têm um festival "Teste antes de morrer", onde as pessoas podem se deitar em caixões, experimentar roupas fúnebres e até mesmo usar uma maquiagem post-mortem.

Chamado de ''Shukatsu Festa'', o evento único se tornou muito popular nos últimos anos. Na verdade toda a tendência ''shukatsu'', que se traduz como "preparação para o seu final", se tornou muito grande no Japão. Aparentemente, as pessoas já não acham que é má sorte se preparar para a sua morte.

Os participantes podem escolher sua roupa fúnebre, vesti-la, se deitar em um caixão cheio de flores de sua preferência e ter uma foto tomada. Dessa forma, eles conseguem saber exatamente o que eles vão ver no dia do próprio velório. Eles podem ter maquiagem fúnebre aplicada em seus rostos, dando um aspecto de palidez mortal e optar por serem cobertos com lençóis brancos enquanto os atendentes suavemente fecham a tampa do caixão.

O "Shukatsu Festa" é popular entre homens e mulheres - o evento deste ano, em Tóquio atraiu mais de 5.000 visitantes, com 50 empresas concorrentes promovendo o seu negócio. 
Mas não é só o festival, a tendência de projetar o seu próprio funeral realmente dominou grande parte do Japão em poucos anos, e os fabricantes de caixões até mesmo estão imprimindo manuais de como usar o caixão adquirido.

Os japoneses não são os únicos que não se importam muito em serem colocados em um caixão, enquanto ainda vivos. Um tempo atrás, o site odditycentral informou sobre um serviço de psicoterapia especial em Shenyang, na China, onde os pacientes experimentam o renascimento, ficando vários minutos em caixões fechados. O mesma coisa aconteceu na Ucrânia, onde um fabricante de caixões convidou pessoas a se deitarem em um de seus produtos para experimentar a vida após a morte.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário