quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Menina Abandonada pelos Pais Tementes a Fantasmas, Sobrevive 9 Anos Sozinha


Nove anos atrás, a família Ngogsuk recebeu a notícia aterradora. De acordo com um xamã local, eles estavam sendo assombrados por um furioso fantasma devorador de carne. A família fugiu apressadamente de sua aldeia rural em Ubon Ratchathani, Tailândia. Mas nem todos eles. Eles escolheram abandonar sua filha de 3 anos de idade.

Responsabilizada pelo infortúnio espiritual de sua família, a menina permaneceu lá desde então, vivendo sozinha, sem o cuidado de seus pais ou de um responsável legal.
"Nong Kiew", a criança abandonada, tem sobrevivido sozinha com o mínimo de ajuda de seus vizinhos, trabalhando em empregos diversos na aldeia em troca de 5 a 10 bahts (0,36 a 0,72 Centavos de Real) por dia para pagar pela comida e escola, de acordo com o site Matichon.


Segundo os vizinhos, Kiew, agora com 12 anos, se recusa a viver com eles, porque ela tem medo de ser um fardo. Enquanto nós desfrutamos de histórias sobre espíritos travessos "photoshopados", a superstição, a crença no sobrenatural é um assunto mortalmente sério para muitos.
Mas abandonar uma criança de 3 anos em um barraco com medo de que ela seja um fantasma? Isso desafia qualquer explicação.


Voltando à história, alguns aldeões morreram há muitos anos e um xamã foi chamado para identificar a causa. As mortes, explicou, foram causadas por um fantasma "Pob" na família de Kiew, de acordo com o chefe da aldeia Banlue Sangchompoo.

Pobs são temidos por devorar carne de seres humanos vivos e animais durante à noite. Depois de inicialmente abandonar a menina, seus pais teriam voltado brevemente para matriculá-la na escola antes da partida de sua vida para sempre.
Nos últimos dias, sua história se espalhou assim que a mídia soube da sua situação.

O reitor da escola local disse que ele tentou ajudar, pedindo ajuda financeira para a garota, mas até agora não havia recebido qualquer resposta das autoridades.
Kiew disse que ela estava guardando uma parte de sua pequena renda para financiar seu futuro educacional. Ela aspira a ser médica.

.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário