segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O Esquilo Vampiro de Bornéu

A criatura espera sorrateira a sua vítima no alto de uma árvore. Quando a ingênua presa passa o roedor se deixa cair e com dentes afiados, vai direto na jugular para beber o seu sangue. Mas não temam, o esquilo vampiro só nos daria apenas um tremendo susto, já que prefere o líquido vital do cervo ao humano, segundo afirma os habitantes da ilha de Bornéu, no sudeste asiático, onde vive este esquilo sugador.

Apesar dos depoimentos dos habitantes locais, até o momento a ciência não pôde documentar esta conduta. O que sim pôde constatar é um detalhe bastante particular: esquilo vampiro tem a cauda mais esponjosa do mundo.
Descoberto por Emily Mae, a filha adolescente do naturalista Erik Meijaard, da associação conservacionista People and Nature Consulting International, quando começou a medir o volume dos rabos dos esquilos imortalizados em fotos por câmeras sensíveis ao movimento espalhadas por seu território. Atônita comprovou que a cauda era 30% maior que o resto do corpo.

O nome científico do extremamente esponjoso esquilo é Rheithrosciurus macrotis. Mede 35 centímetros; parece pouco mas é o dobro do que costumam medir os esquilo arborícolas. Também possui as orelhas especialmente peludas.

Os cientistas não descobriram ainda a função de tão esponjosa cauda, mas tudo aponta uma relação com a defesa ante os depredadores. Seu grande tamanho o faria parecer mais desafiante e perigoso.

Mas caso este esquilo não seja tão assustador assim, aqui vai o teaser de uma produção cinematográfica:
.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário