quarta-feira, 29 de outubro de 2014

As Casas-ilha Durante as Inundações do rio Mississippi


Quando as águas do rio Mississippi irromperam em abril de 2011, aconteceu uma das maiores e mais prejudiciais inundações nos EUA. As inundações foram causadas por duas grandes tempestades que despejaram níveis recordes de chuvas na bacia do rio Mississippi. A água adicional, combinada com o degelo da primavera, fez com que o rio e muitos de seus afluentes começassem a aumentar o seu nível e a transbordar.

Algumas áreas foram inundadas com 6,1 m a 9,14 m d'água forçando a evacuação de milhares de casas em áreas ao longo do rio Mississippi e do Rio Yazoo. Mas muitos decidiram construir diques em torno de suas moradias, criando assim, pequenas casas-ilhas.

Um dique protege parcialmente uma casa cercada por água da enchente do rio Yazoo, em 18 maio de 2011 perto de Vicksburg, Mississippi.
Uma casa em Vicksburg, situada ao longo do rio Yazoo, cercada com toneladas de terra e areia.
Outra casa em Vicksburg, situada ao longo do rio Yazoo.
E ainda outra casa em Vicksburg.
Esta tomada aérea sobre Vicksburg mostra a ascensão sinistra da enchente em torno das casas.
Um dique protege uma casa cercada por água da enchente do rio Yazoo em 18 de maio de 2011 perto de Vicksburg, Mississippi. O rio Mississippi inundado, força o rio Yazoo ao limite de suas margens, onde os dois se encontram perto de Vicksburg, causando inundações em cidades e fazendas.
Uma casa inundada cercada por um dique improvisado que falhou em Vicksburg, Mississippi, é retratada na terça-feira, dia 17 de maio de 2011.
Brittany Pearce (direita) fica no topo de um monte de sacos de areia na frente da casa dos avós em Stephensville, Louisiana, em 15 de maio de 2011
Voluntários enchem sacos de areia para ajudar na luta contra a enchente em 07 de maio de 2011, em Memphis, Tennessee.
O proprietário do rebocador, Jerry Vatson, atravessa uma passarela improvisada, onde seu barco está ancorado à terra, em meio a crescente enchente do rio Mississippi, em Vidalia, Louisiana em 17 de maio de 2011.
Um barco transportando "prisioneiros de confiança", que trabalharam contra o dilúvio, o barco passa pelo Riverside Medical Complex, que está protegido por uma barreira hesco em Vidalia, Louisiana, na quinta-feira, dia 19 de Maio de 2011.
Sacos de areia dispostos em pilhas protegem uma estrada em Stepensville, Louisiana.
Dennis Barkemeyer (direita) inspeciona um dique temporário construído em torno de um centro médico em Vidalia, Louisiana.
Construções submersas são vistas perto de Lake Providence, Louisiana, em 18 de maio de 2011.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário