segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Curionautas Doodles #72

* Essa postagem trás os Doodles, que são as mini-postagens com curiosidades que publicamos na na nossa página no Facebook





Selfie de Rosetta

O satélite Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESSA) que pousará no próximo 12 de novembro sobre o cometa 67P/ Churyumov-Gerasimenko, se soma à moda do "selfie" graças à câmera CIVA da sua sonda Philae. A foto foi tomada a apenas 16 quilômetros do corpo astral e mostra o lado da nave e uma de suas placas solares de 14 metros de comprimento. O que vemos ao fundo, é o cometa.





Criam o gerador elétrico mais pequeno e fino do mundo 

Pela primeira vez, uma equipe de cientistas do Georgia Institute of Technology e da Universidade de Columbia (EUA) conseguiu demonstrar as propriedades piezoelétricas de um material tão flexível como o grafeno, gerando corrente elétrica mediante deformações mecânicas em dissulfeto de molibdeno (MoS2), o que deu como resultado o gerador elétrico mais fino que se conseguiu até agora.

O estudo, que foi publicado na revista Nature, explica que este material (que se encontra na natureza no mineral molibdenita) poderia ser utilizado para fabricar geradores elétricos microscópicos que poderiam ser introduzido na roupa, transformando a energia de nossos movimentos em eletricidade, podendo carregar assim dispositivos médicos, sensores portáteis e, claro, o telefone celular.

"O realmente interessante é que descobrimos que um material como o MoS2, que não é piezoelétrico em forma bruta (tridimensional), pode ser convertido em piezoelétrico quando se reduz a uma camada de grossura atômica (bidimensional)", afirma Lei Wang, coautor do estudo.

Esta nova geração de materiais do futuro poderia ter muitas aplicações interessantes e chamativas, como a citada possibilidade de produzir eletricidade sem a necessidade de contar com uma fonte externa (mediante a energia de nosso movimento corporal) ou o desenho de células fotovoltaicas altamente eficientes que fossem capazes de absorver uma categoria muito ampla de energia solar.




O que é a síndrome do restaurante chinês? 

Se após comer em um restaurante chinês, você sentiu dor de cabeça, ataques de asma, urticaria, palpitações ou câimbras, é possível que você tenha sido vítima da chamada síndrome do restaurante chinês.

A causa deste quadro clínico, cuja existência real é questionada por muitos médicos, poderia ser o glutamato monossódico ou GMS (Presente no popular Aji-no-moto), um aditivo potenciador que abusam de seu uso em restaurantes chineses. Também chamado E-621, o GMS além disso, pode ser encontrado acrescentado comercialmente, embora em quantidades menores, em maioneses, mostardas, molhos de tomate, azeitonas, bolos, vegetais, presunto e outros fiambres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário