terça-feira, 7 de outubro de 2014

O Mistérios dos Protegidos - Os Únicos Sobreviventes de Acidentes Aéreos

Uma das coisas mas difíceis que existem é sobreviver a um acidente aéreo, não só pelo brutal impacto da aeronave contra o chão ou o oceano, mas também pelo combustível que de imediato converte tudo em uma bola de fogo, mas existem  no mundo alguns poucos "escolhidos" que se salvaram desse tipo de catástrofe e foram os únicos sobreviventes desses fatídicos voos.

Intervenção divina?, casualidade?, talvez nunca venhamos a saber, o fato é que nos últimos 60 anos, e de vários acidentes aéreos, apenas alguns poucos afortunados foram os únicos que embarcaram e viveram para contar a história.

Voo 8U771

Em 12 de maio de 2010, o voo 8U771 que ia aterrissar em Trípoli, se chocou deixando 103 mortos. Apenas uma criança holandesa de 9 anos de nome Ruben Van Assouw, sobreviveu.  O menino voltava de férias com sua família e sofreu traumatismo craniano e múltiplas fraturas nas pernas, mas deu alta do hospital, semanas depois. Curiosamente o avião era novo e havia sido revisado.
Yemen Airways

Em 30 de Junho de 2009, um avião da Yemen Airways cai no oceano índico. 152 pessoas morrem na hora, e apenas sobrevive Bahia Bakari de 13 anos, que além disso não sabia nadar e passou várias horas agarrada a um pedaço do avião, sem colete salva-vidas, com tubarões ao seu redor e com o mar agitado. Esgotada e rodeada de cadáveres dos passageiros do avião, ela desvaneceu no momento em que o resgate a encontrou. O avião não tinha permissão para voar, pois haviam detectado várias falhas mecânicas.
Panamá

23 de Dezembro de 2007, um pequeno avião choca contra um vulcão no Panamá. Dos 4 ocupantes, 3 morrem e só sobrevive uma criança de 12 anos chamada Francesca Lewis. As malas que caíram junto a ela, frearam o impacto e depois a protegeram do frio.
Canadair 

Em 27 de Agosto de 2006, um avião da companhia Canadair com 51 passageiros, se acidenta ao decolar por uma falha do piloto que se enganou de pista e decolou de uma mais curta que não permitiu ao avião se elevar. Apenas o copiloto James Polehinke sobreviveu, apesar de que sua perna esquerda foi amputada e sofreu danos cerebrais além de múltiplas fraturas e lesões internas. Os bombeiros não conseguiam acreditar que ele ainda estivesse vivo devido ao estado dos metais retorcidos onde foi encontrado. James não lembra nada daquele dia.
Antonov

19 de Janeiro de 2006, um avião militar modelo Antonov, sobrevoava a Hungria quando o piloto confundiu as luzes de um povoado com as do aeroporto e chocou contra uma colina provocando a morte de 42 pessoas. Só o tenente Martin Fakas , que acabava de entrar no banheiro, escapou com vida. Os restos em chamas do avião ficaram espalhados junto dos cadáveres por todo o bosque nevado. Fakas, com lesões internas e concussão cerebral, foi posto em coma induzido do qual melhorou e se salvou.
Porto Sudão

Em 8 de Julio de 2003, um avião com 117 passageiros decolou de Porto Sudão e em poucos minutos o avião começou a ter problemas com os motores, até que perdeu o controle e caiu. Um nômade que estava próximo ao local encontrou sob uma árvore, e rodeado de corpos em chamas, a um bebê de 2 anos. A criança chamava-se Mohamed el-Fateh e apesar de estar com queimaduras consideráveis, sobreviveu.
Tajikistan Airlines

15 de Dezembro de 1997, o voo 3183 da Tajikistan Airlines, e com 86 passageiros, cai em um deserto dos Emiratos Árabes. No impacto contra a areia, todos os assentos se soltaram, matando os seus ocupantes, todos exceto o do copiloto Sergei Petrov, de 37 anos,  que inexplicavelmente continuou preso ao cinto de segurança que salvou sua vida.

Caixa preta

3 de Setembro de 1997, o voo 815 da "Cambodian Airlines" estava prestes a aterrissar no aeroporto do Camboja quando o avião se chocou devido a uma forte tempestade. 65 pessoas morreram, e só se salvou um bebê de 1 ano chamado Phai Bun. Foi encontrado pelas pessoas que foram saquear os restos do avião. Um destes saqueadores vendeu por 200 dólares a caixa preta que demonstrou que o acidente foi um erro humano.
Cartagena das Índias

13 de Janeiro de 1995, um avião turístico que fazia a rota Bogotá-Cartagena das Índias, começou a dar problemas em pleno voo, e o piloto tentou fazer uma aterrissagem forçada em um pântano. Mas o avião explodiu partindo-se em dois. 51 pessoas morreram, e só se salvou Erika Delgado, de 9 anos. Em um instante, sua mãe, antes de ficar envolta em chamas, lançou-a para fora do avião nas águas do lago. Do impacto a criança fraturou o braço, mas sobreviveu. Um homem a encontrou, mas em vez de ajudá-la, roubou-lhe o colar de lembrança de sua mãe. Por fim, um fazendeiro a salvou. Erika contou como várias pessoas saqueavam o avião e aos corpos sem vida sem ajudá-la apesar de seus gritos.
Cecilia 

16 de Agosto de 1987,  Um avião "Douglas" decola de Detroit e antes de se elevar, uma asa quebra e o avião cai. 154 corpos ficaram espalhados pela pista, exceto uma criança de 4 anos chamada Cecilia Cichan, que as equipes de resgate encontraram inexplicavelmente sentada em seu assento rodeada dos corpos de seus pais e seu irmão. Hoje Cecilia é psicóloga.
Galaxy Airlines

21 de Janeiro de 1985, Um avião da companhia Galaxy Airlines, com 71 pessoas que fazia o trajeto Nevada-Minnesota caiu por uma falha do copiloto logo após decolar. A força do impacto fez com que um assento fosse lançado, salvando a vida de seu ocupante, um garoto de 17 anos chamado George Lamson. Depois do choque, e apesar de estar ferido, George desafivelou o cinto e saiu correndo enquanto o avião explodia. Hoje em dia George, vive de forma anônima tratando de esquecer aquele dia.
Voo 816

22 de Julho de 1973, o voo 816 da companhia Pan Am que decolou de Auckland, Nova Zelândia com 79 passageiros com destino a Los Angeles, caiu no oceano pouco depois de decolar. Acredita-se que por causa de uma falha mecânica, já que a caixa preta caiu no mar e não foi encontrada. Apenas um sobreviveu, o pouco que se sabe dele é o seu nome, Neil James Campbell e que viajava na classe econômica.
Vesna Vulovic

Um dos casos mais espetaculares foi o ocorrido em 26 de maio de 1972, um avião comercial sérvio com 28 pessoas sofre um atentado por parte de terroristas croatas a mais de 10 mil metros de altura. O avião explodiu em pedaços e uma pessoa com vida estava entre esses fragmentos, especificamente na cauda do avião, presa ao cinto de segurança. Uma aeromoça chamada Vesna Vulovic, que além disso não deveria voar naquele dia, mas substituiu uma colega que estava doente.

Vesna caiu ao chão da altura de 10.160 metros durante quase três minutos. Fraturou as pernas, várias vértebras e o crânio, mas sobreviveu graças a que foi encontrada por acaso por um cidadão alemão que havia sido médico na segunda Guerra Mundial. Na atualidade, está no Guiness Book dos recordes por ser a pessoa que sobreviveu à maior queda sem paraquedas. Hoje em dia e depois de muitas operações, Vesna é considerada uma heroína e segue trabalhando para a mesma companhia áerea, porém em um escritório.
Lost

24 de Dezembro de 1971, um avião com 94 passageiros sai de Lima, Peru, e depois de atravessar uma tempestade, o avião cai no Amazonas ao ser atingido por um raio. 93 pessoas morreram e uma jovem de 17 anos chamada Juliane Köpcke, sobreviveu ao cair sobre uma árvore a dois quilômetros dos restos do avião. Andou sozinha durante dias e sobreviveu ao ser filha de biólogos e saber se alimentar da selva. Foi encontrada por camponeses e na atualidade é uma conhecida bióloga na Alemanha. Dizem que sua história inspirou a série "Lost".
O presidente

17 de março de 1957, uma aeronave com 26 passageiros decola do aeroporto de Lahug, nas Filipinas. Nele viajava também o presidente do país. Mas ao decolar, o avião não alcança suficiente altura e se choca contra uma montanha em frente ao aeroporto. Apenas Nestor Mata sobreviveu ao impacto, em estado de choque foi encontrado por agricultores da zona que relataram que suas únicas palavras eram : "o presidente, o presidente". Hoje em dia, só lembra como uma luz cegante o envolveu logo após decolar, e é incapaz de lembrar mais.
Huang Yu

17 de Julio de 1948, um hidro-avião com 27 pessoas é sequestrado logo após decolar de Macau na China. Em uma luta com os pilotos, estes foram mortos a tiros pelos sequestradores e o avião choca contra a água. Curiosamente só sobreviveu o líder dos sequestradores, Huang Yu, que por um problema de jurisdição entre governos na hora de ser julgado, acabou em liberdade, provocando um grande escândalo entre os familiares dos falecidos.
Foye Kenneth Roberts

E por último, o caso conhecido mais antigo, remontando o dia 14 de Junho de 1943. Um avião militar regressa da Nova Guiné rumo à Austrália, levando 41 militares. Uma fenda se abriu na fuselagem e o avião ficou envolto em chamas. Alguns soldados foram lançados caindo ao chão de grande altura, outros morreram queimados, apenas um, Foye Kenneth Roberts sobreviveu, apesar de graves feridas e uma lesão cerebral que lhe fez perder a fala. Roberts morreu de morte natural em 2004 sem lembrar nada do momento do acidente que foi ocultado pelos militares durante os anos da Segunda Guerra Mundial.

Fonte Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário