segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O Poder Propagandístico da Primeira Guerra Mundial

A litografia foi inventada em 1798, mas foi durante a chamada Belle Époque (período compreendido entre as últimas duas décadas do século 19 e a eclosão da Grande Guerra de 1914) que cobrou importância e foi empregada como um recurso publicitário que logo transformou as ruas europeias. 

Toulouse-Lautrec.Moulin Rouge, 1891
No entanto, foi durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) que os pôsters foram empregados com fins propagandísticos. Buscavam que através destes, fossem comunicadas ideias sobre a guerra; nos Estados Unidos, tentaram propiciar o nacionalismo, além de que foi empregado como uma ferramenta para a arrecadação de fundos e para o recrutamento de soldados e voluntários.

Pôster britânico,1915 
Apenas nos Estados Unidos foram elaborados ao redor de 2,500 desenhos e produziram aproximadamente 20 milhões de pôsteres em dois anos.

Após a entrada dos Estados Unidos na Grande Guerra, em abril de 1917 o governo buscava arrecadar fundos.

EUA.1918 
Após seis semanas que o governo norte-americano anunciasse sua participação na guerra, 73 mil homens se alistaram.

1917, pôster canadense. Após a Grã-Bretanha se unir à guerra, o Canadá fez o mesmo.
A Primeira Guerra Mundial sem dúvida marcou um novo modelo propagandístico, tal foi o sucesso, que mais tarde seria imitado para ser usado em outros confrontos.











Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário