terça-feira, 28 de outubro de 2014

Os 7 Coquetéis Mais Perigosos do Mundo

O jornal britânico Daily Mail, apresentou uma lista dos coquetéis mais perigosos do mundo. Um deles é tão tóxico que causou a morte de 25 pessoas em 2009. Conheça essas misturas um tanto perigosas e tenha cuidado caso fique com vontade de provar um cocktail (Rabo-de-galo) desta lista.

Hand Grenade (granada de mão), Nova Orleans, EUA. Costuma-se servir este cocktail em copos altos e verdes de plástico e inclui genebra (Gim), álcool retificado (Com altas doses de Etanol), licor de melão, rum e Vodka. A receita completa deste cocktail doce e forte é segredo. Os funcionários dos bares que o servem precisam assinar acordos de confidencialidade.

Singapore Sling (Funda de Cingapura). Este cocktail não contém tanto álcool, mas seu altíssimo teor de açúcar o converte em uma mistura tóxica. A bebida contém genebra, conhaque de cereja, licor de ervas Bénédictine e suco de abacaxi.

Vaportini, Chicago, EUA. Julie Palmer, ex-dona do bar Kiva, em que este cocktail é servido, inventou bolas das quais vapores de álcool são inalados. As esferas são enchidas com licor e colocadas em cima de um copo. O calor de uma vela no fundo do copo converte o álcool em vapor que depois é inalado. Este método de consumo é muito perigoso porque, segundo assinalam médicos, engana a proteção natural do organismo.

Zombie, Califórnia, EUA. O cocktail foi inventado nos anos 30 por Donn Beach, dono de um restaurante em Hollywood. Segundo a receita original, a mistura contém três tipos de rum, suco de lima, xarope tropical Falernum, bitter angostura, licor de anis Pernod, granadina e ''a mistura de Dom'', que é uma combinação de xarope de canela e suco de toranja.

Flaming Ferrari (Ferrari em chamas), Londres, Reino Unido. O cocktail se tornou popular nos anos oitenta e ainda é servido no bar Nam Long Le Shaker (Old Brompton Road, South Kensignton, centro de Londres). A mistura contém licor Chartreuse, licor Curaçao, rum Woods 100 Navy e licor de laranja Grand Marnier.

Death In The Afternoon (Morte pela tarde), Kuala Lumpur, Malásia. A combinação de champanhe e absinto foi inventada por Ernest Hemingway e é também conhecida como "O champanhe de Hemingway. A receita apareceu em um livro de coquetéis publicada em 1935 e foi escrita pelo próprio autor de "O Velho e o Mar".

Nicolashka, Rússia. Este cocktail russo contém duas doses ( "calibre 12") de vodka, café instantâneo, limão e açúcar. Segundo a tradição, costuma-se servir uma dose de vodka após o cocktail, o que pode causar uma rápida intoxicação.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário