quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Uma Pilha de Resíduos Nucleares é Agora uma Atração Turística nos EUA

Em Saint Charles County, Missouri, perto de Weldon Spring, junto à estrada 40, encontra-se um enorme monte de pedras, erguendo-se do chão como um antigo cemitério. Debaixo dele encontram-se toneladas de resíduos perigosos produzidos por uma fábrica de produtos químicos que ficava em seu lugar.
Hoje, Weldon Spring atrai milhares de visitantes curiosos todos os anos. Eles sobem até o topo da cúpula de 75 metros de altura para ler os cartazes que contam a triste história das comunidades que desapareceram em 1940, para dar lugar a maior fábrica de explosivos do mundo.

Entre 1940 e 1941, o Exército dos EUA comprou mais de 17.000 hectares de terra em Saint Charles County, nos arredores de St. Louis. Sobre aqueles terras, aconteceu de estarem assentadas três bonitas cidades com colinas arborizadas - Hamburgo, Howell, e Toonerville. Elas foram imediatamente evacuadas. Centenas de casas, empresas, igrejas, escolas e outros edifícios na área ou foram demolidos ou queimados e em alguns meses, as três cidades deixaram de existir.

Uma fábrica enorme foi erguida para a fabricação de TNT e DNT*, a fim de abastecer as tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial. A Weldon Spring Ordnance Works, operada pela Atlas Powder Company, empregou mais de 5.000 pessoas e continha mais de 1.000 edifícios. No momento em que a planta cessou a produção em 15 de agosto de 1945, o dia em que os japoneses se renderam, ela havia produzido mais de 700 milhões de quilos de TNT.

*(O DNT = 2,4-dinitrotolueno é um explosivo com fórmula química C6H3(CH3)(NO2). Na temperatura ambiente é um sólido cristalino de cor amarelo alaranjado pálido com um ligeiro odor. É um alto explosivo. É um dos precursores do trinitrotolueno (TNT), sintetizado a partir de três nitrações separadas do tolueno. O primeiro dos produtos obtidos é o mononitrotolueno, o DNT é o segundo e o TNT o terceiro e final.)

Depois da guerra, o Exército começou a vender os pedaços de terra. O Estado do Missouri adquiriu 7.000 hectares, enquanto que a Universidade do Missouri comprou outros 8.000 hectares, que mais tarde foram vendidos para o Departamento de Conservação. Esses pedaços de propriedade são hoje a Área de Conservação do Memorial de Busch e a Área de Conservação de Weldon Spring.

Um pequeno pedaço de terra - cerca de 2.000 hectares - foi mantido pela Comissão de Energia Atômica dos Estados Unidos. Foi lá que a Comissão construiu uma planta de processamento de minério de urânio em 1955. A Weldon Spring Uranium Feed Mill Plant, operada pela Mallinckrodt Chemical Works de St. Louis, processava minério de urânio bruto em "bolo amarelo", ou seja, minério concentrado, que era enviado para outro locais.

A unidade de transformação operou até 1966. Durante a Guerra do Vietnã, o Exército planejava usar parte das antigas instalações de processamento de urânio para produzir o agente laranja, um herbicida usado para desfolhar a selva durante a guerra. O Exército posteriormente abandonou o plano, sem nunca produzir o produto químico em Weldon Spring. O lugar ficou abandonado por mais de 20 anos, mas ainda continha equipamentos contaminados e produtos químicos perigosos. Lagoas de resíduos estavam preenchidas com milhares de litros de água contaminada com resíduos radioativos e metais industriais pesados.

No início da década de 1980, o Departamento de Energia dos Estados Unidos começou a extensa descontaminação da área, eventualmente, a construção de uma célula gigantesca de eliminação de resíduos para enterrar o lixo.
Concluída em 2001, a estrutura montanhosa cobre 45 hectares e armazena 1,5 milhões de metros cúbicos de material perigoso. Escadas levam até o topo da célula, onde há uma plataforma de observação e placas que fornecem informações sobre a área, a história do local e a construção da célula de disposição de resíduos. Os turistas também podem visitar o centro interativo de 9.000 metros quadrados, situado em um edifício na base da célula que já foi usado para verificar a radioatividade nos trabalhadore. A propósito, a parte superior da célula de eliminação de resíduos de Weldon Spring é o ponto mais alto em St. Charles County.








Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário