quinta-feira, 20 de novembro de 2014

A Armadilha de Dois Corações de Penghu

Armadilhas para peixes com forma de açudes, são um dos métodos mais antigos desenvolvidos para a captura de peixes. Estes eram geralmente construídos com pedras ou estacas de madeira e a armadilha utiliza as marés para prender os peixes em suas paredes.

A maré alta traz os peixes para a área murada e quando a maré se esvai, os peixes continuam presos no açude e se tornam uma presa fácil. Estudos indicam que os açudes de peixes com paredes de pedra, foram usados ​​em todo o mundo já no Neolítico, incluindo as ilhas do sul do Pacífico, países asiáticos costeiros do Oceano Pacífico e até mesmo na Finlândia e Austrália.
No arquipélago de Penghu, no oeste de Formosa (Taiwan), os pescadores locais utilizam açudes, construídos com pedras empilhadas ao longo dos últimos 700 anos.

Penghu tem mais de 570 açudes de peixes, mas o mais famoso deles é o "Açude de Pedra de Corações Duplos" no distrito de Chimei. Construído com basalto e recifes de corais, a construção, como o próprio nome sugere, se assemelha a dois corações um sobre o outro. Devido a esta forma incomum, o local atrai um grande número de turistas, especialmente casais românticos e recém-casados.

A origem da maioria dos açudes de pedra não é conhecida, uma vez que têm sido utilizados por séculos e porque praticamente qualquer um poderia construí-los. Os açudes também precisam de manutenção, pois eventualmente sucumbem às marés. Essas armadilhas já foram uma importante fonte de economia dos pescadores em Penghu. No entanto, na sequência de alterações nos métodos de pesca e danos ao ambiente marinho, a condição dos açudes gradualmente piorou, alguns acabaram enterrados na areia e alguns outros foram deixados em ruínas. O "Açude de Pedra de Corações Duplos" é o mais bem preservado de todo Penghu.




Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário