segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Curionautas Doodles #91

* Essa postagem trás os Doodles, que são as mini-postagens com curiosidades que publicamos na na nossa página no Facebook




É possível mover objetos com a mente?

A telecinésia é conhecida como a faculdade de deslocar objetos a distância sem que haja a mediação de nenhum processo físico conhecido. No entanto, a dia de hoje, trata-se de um fenômeno que não está reconhecido pela Ciência, assim que fica emoldurada dentro da chamada parapsicologia.

Isto se deve a que não existe um mecanismo real e científico segundo o qual, possam ser deslocados objetos fazendo uso unicamente do poder da mente; nem tampouco existem evidências concretas nem reais de que alguém tenha esta capacidade de forma evidente e explicável.

Link para o vídeo

Apesar disso, há quem ache que isto é possível, no qual existem casos de pessoas que supostamente contavam com este dom. Por exemplo, a russa Nina Kulagina (1926-1990) foi estudada em vida por ser capaz de fazer levitar objetos dentro de uma caixa de vidro, de mover a agulha de uma bússola, de quebrar ovos sem tocá-los ou de parar o coração de uma rã.

Os numerosos cientistas que a analisaram chegaram à conclusão de que essa mulher era capaz de criar um forte campo eletrostático em torno de si, especialmente em situações de estresse físico e emocional. Assim conseguiram explicar sua capacidade para magnetizar esses objetos, embora esta versão foi insuficiente para dar veracidade a um fenômeno como o da telecinésia.




São realmente perigosos os termômetros de mercúrio?

Enquanto estejam fechados e não vazem, não. No entanto, o mercúrio é um metal que pode resultar muito nocivo para a saúde se a pessoa entra em contato com ele. Somente a quantidade que há em um termômetro normal, pode contaminar todo um lago de oito hectares de extensão, assim que se o termômetro vaza e espalha seu conteúdo, pode acabar sendo uma ameaça importante para a saúde.

Por isso se recomenda limpar com cuidado todos os objetos que sejam sujos por esta substância, assim como ir ao médico para fazer análises sanguíneas nos casos em que possa haver contaminação evidente. Não em vão, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) por ano morrem entre 50.000 e 70.000 pessoas por excesso de mercúrio. Tudo isso faz com que nos últimos anos estejam sendo tomadas medidas para reduzir sua presença nos materiais e produtos de uso cotidiano.




É verdade que há pessoas que só podem pronunciar uma palavra?

Nos últimos anos a série "Game of Thrones" permitiu chamar a atenção sobre o fenômeno chamado ''Afasia de Broca''. Na trama, um das personagens é incapaz de pronunciar outra palavra que não seja "hodor", pelo qual,l acaba sendo apelidado como tal. Trata-se de um problema que tem sua origem na realidade, pois o escritor George R.R. Martin inspirou-se em um paciente francês de meados do século 19 para criar este personagem para sua saga ''Canção de gelo e fogo'', o qual mais tarde seria levada à televisão na mencionada série.

Este homem real teve um transtorno neurológico em vida que só lhe permitia dizer a palavra ''tan''. Depois de seu falecimento, o doutor Paul Pierre de Broca fez-lhe a autópsia e descobriu que tinha uma lesão na circunvolução frontal inferior do hemisfério esquerdo de seu cérebro. A mesma está associada com a fala, assim que este problema pôde ser a origem de suas dificuldades para se comunicar.

Graças a sua descoberta, esta região do órgão foi denominada ''Área de Broca'' e o problema passou a chamar-se ''Afasia de Broca''.
Normalmente as pessoas que padecem esta circunstância compreendem as palavras isoladas e as ordens simples, embora tenham problemas no caso das frases mais longas e complexas. Além disso costumam ter dificuldades para executar bem a fala, em que se limitam a expressar alguns sons concretos, igual acontece ao personagem Hodor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário