quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O Templo onde 600 Barbeiros Tosam 20 mil Pessoas por Dia

As colinas de Seshachalam no sul da Índia, são o lar de um dos destinos mais populares de peregrinação da nação, a cidade de Tirumala. A cada ano, milhões de peregrinos mostram sua devoção para a deidade, Sri Venkateswara, de uma forma muito estranha: tonsurando suas cabeças.

Tonsura=Ato ou efeito de tonsurar. Corte arredondado dos cabelos no topo da cabeça, usado por clérigos. Antiga cerimônia da Igreja pela qual se recebia a tonsura.

Existe na verdade, uma história bastante interessante por trás da prática incomum - de acordo com a tradição antiga, acredita-se que Sri Venkateswara, tomou um empréstimo a fim de financiar as suas próprias festas de casamento. A dívida foi tão grande que ele continua pagando até os dias atuais e necessita de assistência para fazê-lo. E seus devotos estão mais do que felizes em ajudar, doando seu cabelo para a causa.

O templo local recebe doações de pelo menos 20 mil devotos por dia, de modo  que eles empregam a gritante soma de 600 barbeiros para ter o trabalho realizado. As tonsuras ocorrem em um edifício especialmente designado que é separado do templo principal e também em 16 locais menores em torno da cidade. Milhares de peregrinos se sentam de pernas cruzadas no chão, com a cabeça inclinada para a frente, enquanto os barbeiros trabalham suas tesouras e navalhas na "velocidade da luz".

Acredite ou não, o templo Tirumala recolhe 500 toneladas de cabelo a cada ano, que é leiloado às empresas de apliques de cabelo em todo o mundo. De acordo com vários especialistas, o cabelo indiano é considerado um dos mais valiosos do mundo, devido à sua textura naturalmente sedosa e também porque não possui mácula de produtos artificiais para o cabelo. Isso colocou o templo no centro de um muito lucrativo, mercado com ótimo pagamentp. Só no ano passado, eles arrecadaram uma receita de 200 milhões de rúpias (Aprox. 9 milhões de reais).

Confira também: A lenda do comércio de cabelos no Japão por um preço incrível

"O bom cabelo é finito em oferta, ainda que a demanda é infinita", disse Mayoor Balsara, executivo-chefe de Exportações SDTC - o maior exportador de cabelo da Índia. A empresa obtém os cabelos de leilões em 20 diferentes templos indianos e passa tudo por um processo de refinamento meticuloso. O cabelo é agrupados em cinco categorias, de acordo com os graus e cores, depois são lavados, tratados e secos sob a luz solar natural.

"Um pequeno erro e a qualidade do cabelo fica seriamente comprometida", explicou Balsara. "Este processo requer habilidade extraordinária." O material processado limpo é embalado em pacotes de 200 cordões de cabelos e está pronto para ser vendido. O preço varia em função da duração, densidade, volume e qualidade.

O cabelo mais caro é o com mais de 78.74 centímetros de comprimento - cerca de US $ 300 a US $ 450 (765 a 1148 reais) por quilo. Os cabelos entre 40.64 cm  e 76.2 cm é vendido a um pouco menos de US $ 300 (765 reais), enquanto que mechas de 25.4 cm a 38.1 cm, custam pelo menos US $ 120 (306 reais) por quilo. O cabelo mais curto é geralmente despojado da proteína L-cisteína, que é usada como matéria-prima em alimentos para bebês e donuts. Embora estas sejam as taxas normais, o melhor cabelo às vezes pode chegar a valores tão elevados quanto $ 800 (2041 reais) por quilo.

Surpreendentemente, os peregrinos (a maioria dos quais são pobres), não sabem que seus cabelos doados são vendidos a taxas exorbitantes. Na verdade, muitos deles nem sequer sabem o que são extensões (apliques) de cabelo. Mas mesmo se eles soubessem, provavelmente não ficariam perturbados.

"Eles não se importam de seus cabelos serem vendidos porque o Tirumala Tirupati Devastanam (órgão regulador do templo) está fazendo tonsuras de graça, fornecendo alojamento gratuito, comida e casamentos de graça", disse Patheti Srinivasarao, que está no comando da coleta, categorização e venda do cabelo raspado.

De acordo com as escrituras, todos os hindus são aconselhados a rasparem a cabeça pelo menos uma vez durante a sua vida. Isso geralmente é feito logo após o nascimento, e os devotos leais continuam a doar seus cabelos várias vezes durante a sua vida. Tonsuras são vistas como uma espécie de sacrifício e também uma maneira de perder o ego.

"Para muitas mulheres na Índia, seu cabelo é algo que elas têm um grande orgulho", disse Balsara. "Para doar seu cabelo a deus, é um sacrifício maior do que doar dinheiro. Se o cabelo for vendido, queimado ou enterrado - isso não vai parar a tradição milenar hindu".

.
Na verdade, quando os devotos são informados sobre a quantidade de dinheiro que o cabelo traz, eles ficam felizes de verdade com isso. "Para nós, o cabelo não é importante - para nós, deus é importante", disse um devoto. "Esperamos que eles façam bom uso do dinheiro", disse outro.

Por seu lado, a administração do templo Tirumala utiliza os recursos arrecadados com o leilão de cabelos para manter o templo e para fins de caridade. "Por exemplo, nós estamos financiado a educação infantil na construção de escolas, distribuímos cerca de 30.000 refeições gratuitas todos os dias para os pobres e necessitados, e nós construímos hospitais para curar aqueles que, de outro modo, nunca poderia pagar por esses tratamentos caros", explicou um diretor templo.

.
Eles também têm medidas anticorrupção no lugar, para se certificarem de que o dinheiro não é mal utilizado. Um comitê de supervisão garante que os fundos dos leilões de cabelos, façam o seu caminho para as comunidades locais.

Tendo em conta que 85 por cento da população indiana são hindus, é altamente improvável que o fornecimento de cabelo vá escassear em breve. A extensão do comércio de cabelos reais só vai ficar maior e melhor, faturando milhões de dólares com a ajuda de milhares de peregrinos. Felizmente, a maior parte do dinheiro é usada para grandes causas, por isso, se acontecer de você comprar extensões de cabelo real, saiba que pelo menos uma parte do dinheiro que você pagou por ele foi por uma boa causa.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário