terça-feira, 11 de novembro de 2014

Uma Rocha que Levita em Marte?

Uma série de fotos tomadas pelo rover Curiosity a princípios deste ano, mostram o que parece ser uma rocha levitando e projetando sua sombra no chão. Mas como se essa anomalia não fosse suficiente, em uma das fotos da mesma cena, aparece uma formação circular de rochas que deixa ainda mais curiosa a paisagem marciana.

A Imagem acima foi aumentada e cortada mostrando apenas a "rocha levitante". As fotos estão disponíveis para download na seção do site da NASA dedicada a publicar as fotos tomadas por Curiosity (foto 1 - foto 2). Naturalmente que isso descarta qualquer edição de Photoshop como argumento em contra.

Imagem original no site da NASA.
É interessante notar que apesar de que as fotos foram tomadas de diferentes ângulos e a rocha continua criando a "ilusão" de estar flutuando a alguns centímetros do solo marciano e projetando sua sombra de maneira perfeita. Se fosse uma só foto, bem poderia ser jogada a culpa a um efeito visual de luzes e sombras, mas aqui temos mais de uma imagem, mostrando o mesmo desde ângulos diferentes.

Imagem original no site da NASA.
A única possibilidade para explicá-lo prosaicamente é que a cor da rocha ou, melhor, a gama de cinzas em que foi tomada a fotografia, não permite apreciar parte da rocha e por isto se confunde com a terra em que se apoia, criando assim a ilusão de que está flutuando alguns centímetros do terreno. Neste último caso, a sombra seria parte da rocha mesma ou então de outra rocha que se encontra mais adiante e na mesma linha.

Uma segunda anomalia aparece à direita da primeira foto, um círculo de rochas que se destaca claramente da paisagem circundante, como se fosse uma fogueira abandonada.

Detalhe de formação circular de rochas. 
Trata-se de, como tentamos explicar linhas acima, de uma extraordinária ilusão de óptica?
Ou a rocha estaria realmente levitando?
Se é assim, que efeito natural e próprio de Marte poderia estar gerando o observado?
Talvez se a NASA tomasse este tipo de fotos mostrando as verdadeiras cores de Marte, poderíamos ser poupados de mais de uma anomalia desse tipo, ou talvez ficariam expostas ainda mais...

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário