quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

A Madonna de Stalingrado


Era 24 de dezembro de 1942 na sitiada Stalingrado e o médico Kurt Reuber da 16ª divisão blindada da Whermatch Alemã, levou os seus amigos a sua habitação.
Na parede cinza, um lustre iluminava suavemente um quadro da Virgem e uma Criança...

Nos escassos momentos de tranquilidade no hospital de campanha, o doutor Kurt Reuber, que também era pastor evangélico, havia desenhado vários esboços sobre pedaços de papel, quando lhe veio a inspiração de um texto de São João que falava da luz, da vida e do amor.

Em várias ocasiões, os bombardeios russos dispersaram seus desenhos e seus lápis, mas isso não impediu que seguisse desenhando e criou a Virgem e a Criança de Stalingrado nas costas de um mapa russo capturado.
A obra foi colocada em uma parede do refúgio e a notícia chegou nos refúgios próximos onde muitos soldados se atreveram a abandonar os seus postos para se arriscarem a ir ao refúgio de Reuber apenas para contemplar a imagem. Quando a viram, ficaram admirados e muitos choravam, convertendo o refúgio de Reuber em um santuário
Kurt Reuber

A obra conseguiu ser salva, evacuada em um dos últimos aviões que conseguiu sair do cerco a Stalingrado e na atualidade, se encontra na Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche de Berlim, uma igreja luterana bombardeada em 1943 que foi reconstruída apenas em parte, para lembrar o terror da guerra e a doçura da paz.

Após a guerra, o governo alemão enviou copias para os governos do Reino Unido e da Rússia como símbolo da reconciliação. Essas cópias são exibidas em Coventry e Volgogrado.
Reuber não conseguiu regressar ao seu lar, morreu em um campo de prisioneiros soviético em 1944.

A Madonna de Stalingrado

Feliz Natal! Boas Festas e Feliz ano Novo! São os votos de Sobrenatural.org, AssombradO.com.br, Curionautas.com.br e rusmea.com:)

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário