domingo, 7 de dezembro de 2014

Curionautas Doodles #99

* Essa postagem trás os Doodles, que são as mini-postagens com curiosidades que publicamos na na nossa página no Facebook




O que foi a Guerra de Secessão Norte-americana e quem venceu?

A Guerra de Secessão ou guerra civil americana, decorreu entre os anos 1861 e 1865. Nela os Estados do Norte (a União) se enfrentaram aos do Sul (os Estados Confederados) por terem diferentes políticas no referido à escravatura e ao desenvolvimento econômico da nação. Enquanto o Norte advogava por abolir a escravatura dos negros e favorecer a indústria, o Sul seguia mantendo uma postura segregacionista em benefício do campo e bo Livre-cambismo.

A chegada à presidência de Abraham Lincoln acirrou ainda mais as posições de todas as partes e estas diferentes posturas derivaram em uma guerra. Assim, enquanto o Norte dominava os recursos da Marinha, o Sul contava com um bom número de oficiais do Exército. Depois de dois anos iniciais nos quais os Confederados parecia que ganhavam terreno, finalmente a União conseguiu bloquear o comércio por mar do Sul, o que implicou que perdessem o comércio de algodão. Isto, unido às vitórias nas batalhas de Nova Orleans e Gettysburg provocou que em 1864 o triunfo começasse a decantar a favor do Norte. Algo que não foi proclamado de forma oficial até o ano seguinte.




É verdade que existiu um barco para ''navegar'' pelo deserto?

Não chegou a existir, mas a ideia esteve próxima de ser levada a cabo. Falamos de um barco criado pelo inventor e engenheiro alemão Johannes Christian Bischoffalla, quem chegou a projetar sobre o papel nos anos 30 do passado século, um "navio" capaz de se deslocar pelos desertos portando em seu interior a dezenas de pessoas como se de um cruzeiro se tratasse. Segundo sua ideia, seu veículo seria um híbrido de ferrovia e barco e teria medidas de 60 metros de comprimento por 12 de largura, além de possuir enormes rodas de 15 metros de diâmetro que permitiriam não sucumbir ante as dunas.

Com respeito a sua estrutura, o veículo teria uma casca blindada e poderia transportar 200 toneladas de carga graças a um gigantesco motor de 200 cavalos de potência. Assim conseguiria alcançar uma velocidade entre os 12 e os 30 quilômetros por hora, com uma autonomia de 5.000 quilômetros suficiente para atravessar qualquer deserto. Mas, apesar da interessante da ideia, Bischoffalla não conseguiu o financiamento necessário para tornar realidade a sua ideia, pelo qual, o ''barco do deserto'' nunca foi construído. Uma lástima, pois sem dúvida que sua existência seria uma espetacular forma de percorrer comodamente um dos meios mais hostis da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário