domingo, 21 de dezembro de 2014

Doodles Assombrados#2

Doodles Assombrados#2

*Esta postagem trás os exclusivos Doodles do AssombradO.com.br, que são mini-postagens publicadas na nossa Fan Page no Facebook.




A lenda do Kharisiri

O Kharisiri é uma personagem mítico oriundo da região andina Aymara, especificamente de Puno até a zona norte de Potosí (Bolívia). Conhecido pelos nomes de "Karisiri", "Kharisiri" ou "Liqichiri", cuja tradução do quechua ao português seria algo como "o chupador de gordura". Em outras zonas é denominado por Ñaqaq, ou Khari Khari.

Os indígenas dessa zona descrevem-no da seguinte maneira: é um ser gigante, antropomórfico de cabelo amarelo, cruel e exclusivamente noturno. Ao encontrar-se com ele, qualquer pessoa começa a se sentir como que hipnotizada e zonza, em que a criatura aproveita e extirpa toda a gordura do ser humano deixando em um estado de penúria total.

Afirma-se que antes da conquista espanhola, o Kharisiri era um ser maléfico invisível, causador em geral das doenças consumptivas*, aproveitando do sono de suas vítimas e com um pequeno corte, sugaria toda a sua gordura.

*A síndrome consumptiva, também conhecida como síndrome de Wating ou síndrome do definhamento, é definida como a perda involuntária de peso, superior a 10% do peso basal. Caracteriza-se pela atrofia muscular e redução da massa magra corporal.

Após a conquista, os andinos impressionados ao verem as execuções por degolamento promovidas pelos espanhóis, e perceberem que o corpo do ajustiçado era reduzido a pedaços, passaram a acreditar que o executor era um ser extraordinário, maléfico, uma representação do Kharisiri, que terminava seu sangrento trabalho andando nas noites vestido com a roupa despojada do defunto e ainda cheio de terra e sangue, com a cabeça coberta por um capuz, que só deixava descoberto o seu rosto pálido como a morte e sombrio como a noite.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



O lendário Kapre

Kapre é uma criatura lendária das Filipinas com a aparência de humanoide gigante de pernas longas e peludo, que fica em grandes árvores e fumam charutos. São supostamente avistados à espera de pessoas que andam por certos caminhos. Também são descritos como semelhante ao Big Foot dos EUA, mas com características mais humanas, caracterizadas como um demônio árvore.

É descrito como sendo alto (entre 2-3 metros), marrom, peludo e quando macho, com uma barba. Kapres são normalmente descritos fumando um grande cachimbo, cujo cheiro forte quase sempre atrai a atenção humana. O termo Kapre vem da palavra árabe "kaffir", ou seja, um não-crente no Islã. Os árabes adiantados e os mouros usavam esse termo para se referir aos nativos não-muçulmanos de pele escura.

Dizem que os Kapres habitam árvores de grande porte, como acácias, mangueiras, bambuzais e banyans (conhecida nas Filipinas como Balete). Ele também é visto sentado sob essas quatro árvores. Dizem que o Kapre veste uma tanga indígena do norte conhecida como bahag, e de acordo com alguns, ele usa um cinto que dá ao Kapre a capacidade de ser invisível aos seres humanos. Em algumas versões, o Kapre segura uma pedra branca mágica, menor em tamanho do que um ovo de codorna. Caso qualquer pessoa obtenha essa pedra, o Kapre poderia conceder grandes desejos.

Kapres não são necessariamente considerados seres malignos, podendo fazer contato com às pessoas em troca de amizade, ou quando atraído por uma mulher. Se um Kapre faz amizade com qualquer ser humano, especialmente por causa do amor, o Kapre seguirá de forma consistente o seu "interesse amoroso" ao longo da vida. Além disso, se alguém é amigo do Kapre então essa pessoa tem a capacidade de vê-lo e quando junto do Kapre, outras pessoas podem vê-lo também.

Dizem que os Kapres gostam de pregar peças nas pessoas, muitas vezes deixando os viajantes desorientados e perdendo o seu rumo nas montanhas ou na floresta. Acreditam também que possuem a capacidade de confundir as pessoas, mesmo em seus próprios ambientes familiares; por exemplo, quando alguém se esquece de que estão em seu próprio jardim ou em casa, dizem que foram enganados por um Kapre.

Relatos sobre os avistamentos do Kapre incluem um farfalhar de galhos de árvores, mesmo quando não há vento. Mais alguns exemplos seriam o de ouvir gargalhadas vindo de um ser invisível, testemunhar muita fumaça do alto de uma árvore, ver grandes olhos de fogo durante à noite em uma árvore, assim como ver um Kapre de verdade andando em áreas florestadas.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Link para o vídeo - Ovni de verdade?

Que não é identificado já sabemos, mas se é identificável como um objeto voador de verdade e não uma montagem digital, fica por conta de vocês descobrirem AssombradOs, neste vídeo supostamente filmado em 22 de novembro de 2014, nos céus da Florida, EUA.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br




Kate Morgan: o fantasma do Hotel Coronado na Califórnia

Em 25 de dezembro de 1892, ela fez o check-in na habitação 302 (depois na 3312 e na 3327), para encontrar com seu irmão que era um doutor que lhe ia aplicar remédio para o câncer de estomago que padecia, mas nunca chegou a encontrá-lo.

Ela foi encontrada morta seis dias depois próxima da praia. O caso foi declarado como um suicídio, já que encontraram seu corpo com uma arma na mão e uma bala na cabeça. Seu fantasma supostamente assombra a baía do Hotel Coronado, na Califórnia, e os funcionários dizem vê-la com muita frequência.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Terror na rodovia 

Uma das lendas urbanas populares mais macabras entre as criadas no século XX, é a que faz referência a um motorista que no último momento decide não dar carona a um viajante. Geralmente o narrador começa dizendo: "Te contei o que aconteceu com um amigo meu?" E continua mais ou menos assim:

Um motorista vai dirigindo por uma estrada, quando vê um jovem com o polegar levantado. Ao diminuir a velocidade para dar carona, fica consternado ao ver que por trás dos arbustos ou árvores da estrada, aparecem dois ou três colegas seus.
Considerando talvez, que estejam abusando de sua generosidade, ou talvez alarmado ante a possibilidade de que se trate de uma banda de ladrões, o motorista decide no último momento não dar carona.

Os caroneiro já se encontram bastante próximos do carro, mas o motorista pisa fundo no acelerador e se afasta tão rápido quanto possa. Os viajantes parecem zangados: gritam e xingam enquanto o motorista se afasta. Feliz de ter conseguido escapar a tempo, o motorista segue seu caminho por alguns quilômetros sem parar.

Depois, ao comprovar que o indicador da gasolina se aproxima do zero, ele para em um posto de gasolina.
Ato seguido, observa que o frentista está lívido como uma cera e se afasta horrorizado do carro. O motorista baixa para ver o que acontece e fica paralisado de horror ante o que vê.
Presos em uma das maçanetas da porta, estão 4 dedos humanos.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Link para o vídeo - Queda de ovni?

Ou seria a cena de algum filme? O que na verdade seria este vídeo supostamente gravado pela NASA?

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br








Castelo Leslie na Irlanda: os espíritos da família ainda seguem lá

Um lugar capaz de nos provocar arrepios com suas histórias é o Castelo Leslie, na Irlanda. Construído no século XVI, essa antiga residência da nobreza é hoje um luxuoso complexo hoteleiro.
De todas a suas habitações, há uma concretamente conhecida por seus fatos paranormais: a de cor roxa.

Foi o quarto onde dormia Lady Constance Leslie, quem morreu em 1925. Os hóspedes afirma que ocorrem coisas estranhas e que inclusive a cama levita em certas ocasiões. Entre os espíritos que rondam o castelo, se encontra um tio da família que morreu no estrangeiro (sua habitação era a de cor vermelha) e um homem cinza de aspecto tenebroso que ainda não foi identificado pela família Leslie.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



O estranho desaparecimento de Valentich

O Desaparecimento de Frederick Valentich foi um evento que ocorreu em 21 de Outubro de 1978, no qual o piloto de 20 anos, desapareceu em circunstâncias inexplicadas sobre o Estreito de Bass para a Ilha King, Austrália.

Federico Valentich era um piloto experiente, com mais de 150 horas de voo. Ele estava voando em um Cessna 182L em um dia perfeitamente claro e sem vento, visibilidade perfeita e sem problemas técnicos, quando de repente, desapareceu sem deixar rastros.

Uma missão de busca e resgate foi enviada apenas alguns minutos depois que o avião desapareceu do radar, no entanto não havia rastro do avião. Todas as aeronaves Cessna estão destinadas a permanecer flutuando durante um máximo de uma hora após pousar na água, mas neste caso o avião havia simplesmente desaparecido.

Talvez, o mais estranho detalhe do seu desaparecimento, é que apenas alguns minutos antes de desaparecer, Valentich informou que estava avistando um OVNI. Sua última, mensagem foi: "Não é uma aeronave."

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Link para o vídeo - Luzes sobre o Texas 

Neste vídeo, supostamente gravado no Texas, EUA, em 4 de fevereiro de 2014, podemos apreciar várias misteriosas luzes no céu. Durante a filmagem, aparece um helicóptero sendo a única fonte de luz reconhecível do vídeo.





Os odores que supostamente os fantasmas desprendem...

Segundo alguns experts na matéria paranormal, o cheiro que um fantasma seria capaz de produzir, transmite a mensagem que nos quer deixar. Quando essas entidades querem se comunicar com algum familiar na vida terrena, expelem um cheiro particular e quando querem falar com um amigo, o fazem de diferente forma.

A maioria dos relatos contam que a voz do espírito é mais frequente que o cheiro. Mas segundo investigações feitas, o cheiro e a memória estão totalmente relacionados.

Quando desejam se aproximar e não querem provocar pânico entre nós, usam o cheiro, como meio para nos avisar de que estão presentes, cheiros que nos fazem lembrar de sua vida na terra. Os odores mais utilizados são os das flores, como rosas, margaritas, junquilhos entre outras.

Outros espíritos avisam os seus entes queridos de sua presença com cheiros específicos como cigarro, perfume, cerveja, café, comidas etc.

Quando esses odores são detectados, indica que o ser falecido está passando por um bom momento e que está muito feliz. No entanto, quando os cheiros são ruins, como do ovo podre ou mofo, indicam totalmente o contrário, que se encontram muito tristes ou incomodados pela situação que estão levando.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Como um poeta chinês encontrou sua mãe de uma vida passada

Um talentoso poeta chinês da dinastia Song do norte, guiado por um sonho, encontrou a sua mãe da vida anterior, cumprindo uma promessa que lhe fez antes de sua morte.
Huang Tingjian (1045-1105), um poeta, pintor e calígrafo foi chamado de  "Três insuperáveis" devido aos seus grandes e múltiplos talentos.

Huang aprovou o exame imperial com à idade de 21 anos e foi nomeado administrador de Wuhu, província de Anhui, quando tinha apenas 26 anos.
No mesmo ano, através de um sonho estranho, veio a entender sua conexão predestinada com Wuhu.

O sonho

Huang teve um vívido sonho em um dia enquanto tomava um cochilo. No sonho, saiu de Yamen, o condado onde levava a cabo seu trabalho diário e julgava os casos civis e penais, e se dirigiu a um povoado desconhecido.

No povoado, viu a uma idosa oferecendo incenso em um altar em frente a sua casa e murmurando o nome de alguém. Ao aproximar-se, notou um prato de macarrões de aipo no altar, tomou-o e comeu. Depois voltou ao condado de Yamen.

Ao acordar, lembrou de cada detalhe do sonho. Para sua surpresa, seu hálito cheirava a aipo. Mas tomou isto como um sonho.
No dia seguinte, quando tomava cochilo da tarde, teve exatamente o mesmo sonho. Uma vez mais, acordou-se com o cheiro de aipo em seu hálito.

Desta vez viajou de imediato a buscar o povoado tratando de seguir o caminho que havia tomado em seus sonhos. Enquanto caminhava, notou que a paisagem em ambos lados era precisamente a mesma que havia visto em seus sonhos.

O encontro

Finalmente, encontrou a casa onde a idosa havia queimado incenso e oferecido macarrões de aipo em um altar. Quando chamou à porta, saiu uma mulher de cabelos brancos.

Huang perguntou-lhe se alguém que havia oferecido macarrões, fosse da casa. A mulher respondeu: "ontem era o aniversário da morte de minha filha. Macarrões de aipo era a sua comida favorita quando estava viva. Então preparo um prato de sopa de aipo neste dia a cada ano e chamo-a para comer".

Quando Huang lhe perguntou quanto tempo fazia com que tinha falecido sua filha, ela disse: "26 anos".

Huang tinha exatamente 26 anos de idade, e no dia anterior havia sido seu aniversário. Huang depois fez outras investigações.

A mulher disse que só tinha essa filha. Sua filha amava a leitura, acreditava nos ensinamentos budistas e seguia uma dieta vegetariana. Com à idade de 26 anos, morreu de uma doença. Já que os budistas acreditam na reencarnação, antes de morrer sua filha prometeu-lhe que definitivamente voltaria à visitá-la.

A chave

A mulher então convidou Huang a entrar na casa e mostrou-lhe um grande gabinete de madeira que guardava todos os livros que sua filha havia lido. Infelizmente, ninguém sabia onde estava a chave. De modo que durante todos aqueles  anos, nunca havia sido aberto o gabinete.

Curiosamente, Huang lembrou o local secreto onde estava escondida a chave e abriu o gabinete.

Entre os livros, estavam também muitos dos escritos da filha. Quando Huang leu, ficou surpreso ao descobrir que todos os artigos que havia escrito nos exames imperiais, estavam contidos nas escrituras da filha. Nesse momento Huang compreendeu que ele havia sido essa jovem em sua vida anterior e que havia encontrado a sua mãe daquela vida.

Huang pediu à idosa que viesse ao condado de Yamen para que vivesse com ele e para cuidá-la. Mais tarde construiu um jardim com um pavilhão no pátio traseiro de sua casa e no interior, um autorretrato gravado em pedra com um poema que dizia:

"Um quase-monge mas com cabelos

Com aparência mundana, mas com uma mente transcendental

Há sonhos dentro de meu sonho

Iluminando minhas vidas além desta dimensão."

A história de Huang Tingjian foi utilizada para ensinar às pessoas a não invejar os talentos dos outros, já que estes foram acumulados durante várias vidas de trabalho duro.

Compartilhe e visite www.AssombradO.com.br



Link para o vídeo - Projeto de disco voador Russo? 

O seguinte vídeo mostra filmagens do que seria um projeto secreto russo da década de 1992.

Nenhum comentário:

Postar um comentário