segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Fracassa Polêmico Projeto: A Anaconda se Nega a Engolir o Voluntário ao Vivo


Uma enorme anaconda se negou a engolir o cientista voluntário coberto por sangue de porco, nas filmagens do projeto ''Eaten alive'', do canal norte-americano Discovery.

Milhões de telespectadores, ansiosos por ver como uma anaconda engoliria uma pessoa, ficaram evidentemente decepcionados ao não poderem observar esse espetáculo. Isto se deve à negativa da enorme serpente em devorar o naturalista, Paul Rosolie (Confira aqui no blog), no promovido programa ''Eaten alive'', da Discovery.

Pese a que o investigador tenha provocado à serpente, ao cobrir seu traje especial protetor com sangue de porco, o réptil não fez nada mais que morder a mão de Rosolie e tentar sufocá-lo.

"É muito pesada, estou tratando de me mover mas não posso, me envolveu totalmente. 

Minhas mãos estão bem. Ela me agarra. Estou tratando de levantar-me mas não posso. Ela sabe que não posso fazer mais nada, estou tratando de me libertar. Sinto cada músculo de seu corpo enquanto respira. 

Estou tratando de mover os braços e as pernas... É incrivelmente pesada e ela tira proveito disso. Tenho problemas para respirar e posso morrer..." Assim narrava o cientista as suas impressões durante o fiasco televisivo, depois de ser atacado por uma anaconda de 8 metros de comprimento e cerca de 200 quilos.

Para tentar "entrar" na anaconda, o aventureiro usou um traje de fibra de carbono especialmente desenhado para protegê-lo dos apertos mortais da serpente e dos ácidos digestivos que gera seu estômago.
Também contou com uma espécie de tanque de oxigênio, que lhe permitiu ter ar durante três horas, câmeras de filmagem e dispositivos de comunicação.

.
Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário