quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O Obscuro Segredo Soviético em um Bosque Alemão

Perto de Brandenburg, na Alemanha, existe uma pequena aldeia, em um bosque denso, chamada de Vogelsang. Sempre foi um pequeno local pitoresco. Durante os anos 1950, as pessoas viviam da floresta, vendendo madeira para fábricas que utilizavam nas estradas de ferro. Mal sabiam eles que, na mesma floresta da qual tiravam o seu sustento, também havia um segredo obscuro. 

Nas profundezas da floresta que cercava Vogelsang, havia uma instalação secreta da União Soviética que muito poucas pessoas sabiam. Os soviéticos construíram uma cidade-quartel. Não apenas isso, mas essa base particular possuía algumas das armas mais perigosas do mundo, capazes de destruir várias das principais cidades do Ocidente com o simples toque de um botão.

Os russos começaram a construir a cidade secreta em 1951 como uma base de mísseis para combater o poder de fogo ocidental no caso de uma guerra nuclear. 


A base foi o lar de 15 mil soldados e civis. Na propriedade, haviam 550 prédios que detinham tanques, mísseis antiaéreos, mísseis táticos e mísseis nucleares. 




Os mísseis nucleares foram feitos para alvejar a Inglaterra, EUA, França, Bélgica e Alemanha. Eles eram 20 vezes mais poderosos do que a bomba de Hiroshima. 


Os alemães não sabiam sobre os mísseis, já que os russos haviam transportado-os à cidade sob o véu da noite usando estradas secundárias. 


O militares soviéticos realizariam treinos durante à noite para que não fossem descobertos pelos americanos. 






Os russos removeram as armas que estavam perto do povoado de Vogelsang, após alguns meses por causa de uma reunião entre Khruschev e Eisenhower. Mas em 1961, a iniciativa secreta "Operatsiya Tuman" resultou na instalação de armas mais poderosas. 




No entanto, após a produção do míssil R-14 Chusovaya, as armas na base tornaram-se obsoletas. A unidade de mísseis foi dissolvida em 1962. 




Em seguida, de 1962 até o final da Guerra Fria, a base foi o lar da 25ª Divisão de Tanques do Exército Vermelho. 


O exército russo se retirou em 1994, após o final da Guerra Fria e a base próxima de Vogelsang, foi decaindo no abandono desde então. 


O acesso ao cidade-quartel é restrito. Dizem que é muito perigoso, pois está cheio de javalis e lobos. Mas isso não parece intimidar os exploradores urbanos e fotógrafos. 
Não existe uma rota de turismo oficial para às ruínas e a invasão é bem dissuadida por uma pequena força da polícia florestal. Mas se você realmente quer verificar este lugar, os exploradores urbanos dizem que é melhor  trazer uma bicicleta, já que o quartel é mais extenso do que você imagina.

Fonte

4 comentários:

  1. Incrível essas ruínas...que lugar doido...Grande postagem!!!

    ResponderExcluir
  2. Acho que a bicicleta é pra correr dos lobos e javalis... o.O

    Tava com saudades das ruínas! =D

    Bjuuu

    ResponderExcluir
  3. Acho que ainda vais ficar na saudade Sheila...^^'

    Essa postagem foi puro acaso...^^'

    Arigatou pelo comment e sucesso no blog She Makes^0^

    Abrax^^

    ResponderExcluir