terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Survival Condo Project - Um Luxuoso Abrigo Subterrâneo para o Fim dos Tempos

O Survival Condo Project ou Projeto de Condomínio de sobrevivência, é um complexo de luxo situado em um antigo silo de mísseis subterrâneos perto de Concordia, Kansas, EUA. Com 15 andares no subsolo, a estrutura foi projetada para que os moradores sobrevivam confortavelmente a qualquer apocalipse, como pandemias globais de saúde, cataclísmas e ataques terroristas, incluindo nucleares.

As portas de entrada do abrigo (acima), pesam 7 mil 257 quilos cada folha.

O silo de mísseis foi originalmente construído pela Army Corps of Engineers na década de 1960 para o míssil Atlas "F", e haviam 72 deles em todo o país. As paredes do silo foram construídas de concreto e epóxi, com 9 metros de espessura e projetadas para suportarem um ataque nuclear direto. A estrutura da abóbada que cobre a tampa do silo, pode suportar ventos superiores a 804 kmh.

Os condomínios de sobrevivência são projetados para acomodar até 70 pessoas e possuem recursos suficientes para mantê-los vivos por anos, enquanto esperam a poeira baixar. Um único condomínio de cerca de 2.000 metros quadrados de tamanho, custa entre US $ 1,5 e $ 3 milhões (3,75 e 7.51 milhões de reais). Larry Hall, o idealista por trás do projeto, diz que as moradias já estão esgotadas, mas o Sr. Hall está atualmente trabalhando em um segundo.

Os apartamentos estão equipados com uma série de comodidades modernas: TVs de tela plana, piscinas, teatro, área de exercícios, salas de aula e biblioteca e um pequeno centro para cirurgias. Cada unidade residencial é provisionada com uma oferta de cinco anos de comida de sobrevivência desidratada por pessoa. Além disso, eles têm um jardim hidropônico, onde planejam cultivar 70 variedades de frutas e vegetais e há uma fazenda de peixes para a criação de tilápia.

O fornecimento de ar para toda a instalação é passado por filtros contra ameaças Nucleares, Biológicas e químicas e as entradas de ar físicas são protegidas por válvulas de explosão que impedem que uma onda de ar de alta pressão, criada por uma explosão próxima, entre na instalação matando as pessoas no interior. A energia é fornecida pela rede elétrica local, com uma grande turbina eólica para emergências e um gerador a diesel, enquanto que a água é fornecida a partir de fontes que superam o necessário e purificadas para consumo.

No aspecto de segurança, a instalação possui um sistema de nível militar, que inclui câmeras infravermelhas, sensores de proximidade, microfones, sensores de movimento e detectores passivos. Numerosos níveis de portas de segurança projetadas para resistir a explosivos ​​protegem a entrada da instalação.

Aliás, o Projeto de Condomínio de sobrevivência não é o único do seu tipo. Em outros lugares ao redor dos Estados Unidos, abrigos de propriedade privada em locais militares desativados estão surgindo, enquanto emerge uma nova espécie de ricos sobrevivencialistas.









Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário