terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Príncipe Renato II - O Homem que Comprou uma Ilha e Fundou um Reino


Algumas pessoas têm sonhos modestos, outras inalcançáveis ou fantásticos, mas Renato Barros tornou realidade o seu incrível sonho...

Este português de 56 anos adquiriu por US$ 31.000 (aprox. 82 mil reais), uma ilha na Região Autônoma da Madeira a que chamou Pontinha, no ano 2000.


Sem acesso à eletricidade nem lucros turísticos ou econômicos, esta aventura pareceu à família e amigos uma loucura. Mas Renato foi adiante e se auto-proclamou soberano absoluto da ilha.


Disse à imprensa: "Pontinha significa 'um ponto'. Toda mudança no mundo começa com algo muito pequeno e este é meu reino: só um pontinho".



Renato comprou a ilha vendendo todas as suas posses e pedindo um empréstimo, estabelecendo assim o seu reinado.


O governo da Madeira intimou ele a vender a ilha à Portugal sob à ameaça de não lhe dar jamais acesso à eletricidade. Ele, que se considera um pacifista, decidiu então utilizar painéis solares para gerar energia. Pontinha é auto-abastecida, embora Renato gostaria de obter estes benefícios do mar.


A ilha é uma rocha que pertencia a uma rica família britânica que se desfez dela por sua inutilidade.


É pouco maior que uma casa, possui uma habitação, uma gruta e uma plataforma. Sua esposa, filha e filho são os únicos 3 cidadãos de seu reino. Renato não vive o ano todo na ilha, mas visita seu reino frequentemente.

Este vídeo mostra como o soberano Renato acessa e desfruta de seu principado:

.
A ilha está aberta aos turistas, que podem visitá-la de forma gratuita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário