quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Este Homem foi Retirado à Força de um Hospital pela Polícia Chinesa


Um homem em Pequim, China, foi forçado a sair de sua cama de hospital nesta terça-feira, depois dele ter ficado lá por quase três anos e meio, chegando até mesmo a se acorrentar no leito. 
O homem, de sobrenome Chen, havia dado entrada no hospital devido a um acidente de carro, por volta de agosto de 2011 e foi enviado para o Hospital Beijing Jingmei Group (Beijing Jingmei Group Hospital) para ser tratado. 

Ele foi dispensado um mês mais tarde, mas teve de ser readmitido em outubro daquele ano, devido a um inchaço nas pernas. Depois de receber tratamento por três meses, os médicos disseram que ele estava pronto para ir para casa. Chen, no entanto, insistia que as suas pernas doíam tanto que ele não podia endireitá-las.

A Trombose venosa profunda, pode causar dor nas pernas ou inchaço, ocasionalmente ocorre quando um paciente fica confinado em uma cama de hospital por um longo período de tempo. Embora os médicos terem dito que ele havia se recuperado, o paciente de 55 anos de idade continuou a insistir que era responsabilidade do hospital cuidar dele. Ele inclusive perdeu o casamento do seu filho durante o seu tempo acamado.


Chen recebeu vários avisos para sair, mas recusou. Ele acumulou uma dívida de pelo menos dois milhões de yuan (aprox. 917 mil reais) ocupando os leitos do hospital, disse o médico Zhang Jinying aos jornalistas, mas ele nunca pagou um centavo sequer. Durante esse tempo, nem Chen, nem sua esposa trabalharam e não tinham nenhuma fonte de renda.


Finalmente, o hospital decidiu levar o caso ao tribunal. Chen inicialmente se recusou a aceitar o processo, alegando que o hospital estava apresentando resultados falsos e que ele não acreditava na lei. Ele eventualmente concordou em se submeter a procedimentos legais e testes de saúde, e seu destino foi decidido no final. 


O tribunal ordenou que Chen fosse removido do leito do hospital. As autoridades chegaram ao Hospital nesta terça ( dia 10 de fevereiro de 2015) à tarde para encontrá-lo deliberadamente acorrentado às guardas da cama. A polícia foi forçada a quebrar os cadeados colocados em si mesmo por Chen, para removê-lo do seu querido leito, enquanto ele gritava o tempo todo.


Chen foi levado para fora do hospital e enviado à casa sob a supervisão das autoridades, enquanto totalmente desesperado e ainda vestindo o pijama fornecido pelo hospital.

2 comentários:

  1. Se o homem nao saia de la, de onde vieram os cadeados, sera que ja tem vendedor ambulante no hospital kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapá...Depois que eu vi uma foto de um açougue (portátil) com açougueiro e tudo, dentro de um trem na China, eu não duvido mais da capacidade dos camelôs!^0^

      Abrax^^

      Excluir