quarta-feira, 18 de março de 2015

Um Ciclone de Categoria 5 Devasta Vanuatu

Um severo ciclone tropical atingiu Vanuatu na noite de 13 de março de 2015, embalado por rajadas de vento de até 320 km por hora, causando danos generalizados na nação arquipélago do Pacífico Sul. O Presidente de Vanuatu, Baldwin Lonsdale chamou a tempestade de "monstro" que matou dezenas de pessoas, destruiu ou danificou 90 por cento dos prédios na capital, e forçará o país a construir tudo de novo.

Agências de ajuda internacional iniciarão vôos de emergência na terça-feira e há o temor de que algumas das ilhas mais remotas de Vanuatu, tenham sido completamente varridas do mapa. Funcionários do governo advertem que Vanuatu enfrenta uma iminente escassez de alimentos e as agências de ajuda descreveram as condições como um dos maiores desafios que Vanuatu jamais enfrentou.

O Ciclone Pam cai sobre Vanuatu nesta imagem do satélite Aqua da NASA tomada às 01:30 hora local (02:20 GMT), em 13 de março de 2015. Não muito tempo depois que a imagem foi obtida, a tempestade atingiu a ilha de Efate, que é o lar da capital de Vanuatu, Port Vila. Ventos de até 250 quilômetros por hora arrancaram telhados de metal de casas e árvores caíram na nação insular do Pacífico. No sábado, agências humanitárias se prepararam para uma grande operação de resgate e relatos não confirmados afirmam que dezenas tenham morrido.
Danos causados ​​pela tempestade são vistos em 14 de março de 2015 em Port Vila, Vanuatu. O ciclone Pam se abateu sobre as ilhas do Pacífico Sul com ventos com a força de um tufão, enormes ondas no oceano e inundações relâmpago.
Pessoas caminham por uma rua da cidade de Lenakel após a passagem do ciclone em Tanna, cerca de 200 quilômetros de Port Vila, a capital da ilha-nação do Pacífico de Vanuatu, em 17 de março de 2015.

Esta foto aérea tomada em 16 de março de 2015, acima dos subúrbios de Port Vila, mostra árvores arrancadas após o Super Ciclone Tropical Pam rasgar Vanuatu no dia 13 de março de 2015.

Vista aérea mostra os danos em casas de Port Vila.

Cenas de destruição na área ao redor de Port Vila.

Adrian Banga examina o que restou da sua casa destruída em 16 de março de 2015, em Port Vila, Vanuatu.
Embora a avaliação das necessidades estejam em andamento e as primeiras agências de ajuda agora chegam nas áreas circundantes de Port Vila, as pessoas já estão tratando de recomeçar as suas vidas. Este menino coloca às luvas de seu pai para ajudar a limpar os escombros de sua casa.
Foto tomada nesta segunda-feira, 16 de março de 2015, mostrando um avião RAAF C-17 Globemaster australiano carregado com suprimentos, trabalhadores humanitários e jornalistas a caminho de Vanuatu.
Uma vista da parte da capital de Vanuatu, depois da passagem do ciclone.
As cenas de destruição na área ao redor de Port Vila.
Pessoas lavam suas roupas na praia de Lenakel na cidade de Tanna, dias após o ciclone Pam atingir a nação insular do Pacífico Sul.
Moradores limpam suas casas na capital de Vanuatu.
Uma menina brinca no quebra-mar em Tanna, dias após o ciclone Pam se abater sobre a nação insular.
Esta foto tomada em 16 de março de 2015, mostra socorristas evacuando uma residente em um carrinho de aeroporto e passando por um avião C-17. A aeronave transportava socorro e assistência, como parte de um acordo de redução de desastres trilateral no Pacífico entre a Austrália, França e Nova Zelândia (FRANZ).
Roupas secando em um telhado enquanto residentes limpam suas casas na capital de Vanuatu em 17 de março de 2015. 
Uma mulher tece uma esteira de palha enquanto outra queima folhas dias após a passagem do ciclone.
Esta foto aérea tomada em 16 de março de 2015, acima dos subúrbios de Port Vila, mostra os danos causados às construções em Vanuatu.
Moradores lidam com os danos causados ​​pela tempestades na vila Mele.
Moradores retomam suas vidas na capital de Vanuatu, Port Vila.
Esta foto tomada em 17 de março de 2015, mostra homens tentando reparar uma ponte danificada em Port Vila, destruída pelo ciclone em 13 de março.
Uma mulher segura sua filha de 3 anos de idade, do lado de fora de sua casa danificada, quando a noite cai depois da passagem do ciclone Pam em Tanna, cerca de 200 quilômetros de Port Vila, capital da ilha-nação de Vanuatu no Pacífico Sul.

Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário