quinta-feira, 9 de abril de 2015

Estas Pessoas Confessaram Fatos Incríveis no Leito de Morte

As confissões no leito de morte são essenciais para alguém que está a ponto de morrer. Ajuda o indivíduo a se libertar de todas as cargas que carregaram durante a vida. Outros preferem enterrar seus segredos acreditando que serão irrelevantes quando já não mais estiverem por aqui. No entanto, alguns esconderam segredos pesados demais para levarem ao túmulo e por isso, preferiram contá-los antes de morrer. A seguir alguns exemplos de dar calafrios...

1. Geraldine Kelly, vítima de violência doméstica baleou seu esposo e escondeu-o no refrigerador por 7 anos. Ela confessou em seu leito de morte aos seus filhos e à polícia.
2. O tenente Walter Haut confessou em 2005 antes de morrer, que viu extraterrestres na área 51.
3. James Brewer confessou o assassinato de seu vizinho após manter o segredo por 30 anos.
4. Fritz Moen foi acusado de estuprar e assassinar uma criança que ele nunca conheceu. Ele era um homem frágil, surdo e tinha problemas de fala. A confissão do verdadeiro assassino, Tor Hespo antes de morrer, fez com que Fritz Moen fosse libertado.
5. O ator David Niven revelou em seu leito de morte que era filho ilegítimo de um famoso político inglês (Supostamente Sir Thomas Comyn-Platt).
6.Alexander Gartshore confessou o assassinato de uma criança cujo corpo nunca foi encontrado após 40 anos.
7. E. Howard da CIA, deu detalhes de sua participação na morte de John F. Kennedy em seu leito de morte.
8. A atriz Margaret Gibson confessou o assassinato do diretor William Desmond em seu leito de morte. Nunca se soube o motivo.
9. Naaman Diller confessou ter sido quem roubou o relógio de 30 milhões de dólares que havia pertencido a Maria Antonieta. Sua esposa devolveu-o.
10. Christian Spurling confessou que a foto do monstro do lago Ness, tomada em 1934, era uma farsa.
11. Julian Altman, um famoso violinista, confessou ter roubado o violino de Bronislaw Huberman.
12. Diane Crawford confessou o assassinato de Carolyn Hevener Perry e Constance Smootz  que debocharam de suas preferências sexuais.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário