sábado, 25 de abril de 2015

Quase 1.500 mortos Depois de Poderoso Terremoto no Nepal

Um terremoto de 7,9 graus sacudiu uma vasta zona do Nepal. O terremoto de magnitude 7,8 ocorreu às 11:41 do sábado (hora local) e seu epicentro foi localizado a menos de 80 quilômetros de Katmandú, a capital do país asiático.

O número de mortos reportado por Laxmi Dhakal, um porta-voz do Ministério do Interior do Nepal, subiu para 1.457. Mas devido a que os trabalhos de resgate encontram-se ainda em suas primeiras etapas e que as pessoas nas zonas periféricas podem ter sido afetadas, parece provável que o número seguirá aumentando.

Edifícios históricos em Katmandú jaziam entre os escombros no chão. Os feridos estão sendo atendidos fora dos hospitais no meio de cenas caóticas. Os residentes, aterrorizados por uma série interminável de novos tremores, permaneciam agachados ao ar livre.

Os tremores do sábado no Nepal afetaram a quase 40 por cento do país, de acordo com o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas no Nepal (PNUD).

Estima-se que cerca de 4,6 milhões de pessoas estiveram expostas às sacudidas do terremoto e seus tremores subsequentes, disse através de sua conta do Twitter, o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários.
30 dos 75 distritos em que está divido o Nepal, sofreram os efeitos do abalo sísmico, acrescentou o organismo.

A conta oficial do Twitter da PNUD no Nepal informa que requer um grande esforço de socorro e pede ajuda internacional.


Katmandú, localizada no vale rodeado pela cordilheira do Himalaia, tem uma população de um milhão de pessoas.

Algumas pessoas que experimentaram o terremoto falaram por telefone com meios de comunicação internacionais, descrevendo cenas de caos, medo e sofrimento.

Manesh Shrestha, da CNN, disse que viu cinco corpos em um hospital ao que se dirigiu para buscar tratamento para suas próprias feridas. As pessoas com ferimentos severos estavam deitadas do lado de fora, com os médicos administrando massagens cardiorrespiratórias em ao menos uma pessoa, disse Shrestha.

"É bastante caótico", disse por telefone. "As pessoa estavam se lamentando, chorando".

Shrestha, quem precisava de suturas, teve que se afastar porque outras pessoas estavam em maior necessidade de atenção. Disse que viu pessoas com ossos quebrados e feridas severas na cabeça.

O tremor, que atingiu às 11:41 da amanhã hora local, ocorreu a uma profundidade de 15 quilômetros, que é considerada superficial e mais danosa que a de um tremor com epicentro com maior profundidade. Pessoas na área reportaram que o tremor durou muito tempo. Uma pessoa disse que sentiu como se estivesse em um barco no meio de uma tempestade.

Ao menos 15 tremores subsequentes com magnitude de 4.5 graus e de até 6.6 graus sacudiram a zona montanhosa do país, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

"Estamos assustados e esperando que terminem os tremores", disse Shiwani Neupane no Facebook. "Estamos todos sentados do lado de fora porque há notícias de que haverá mais tremores".

"Não há eletricidade e as famílias estão escutando o rádio FM dentro dos seus carros", disse Neupane. "Há notícias de múltiplos edifícios colapsados. Vi muitas paredes quebradas, estradas e edifícios. Há policiais por todos os lados, tratando de mover os escombros para fazer espaço no caminho para as ambulâncias. Todo mundo está muito assustado".





















Fonte Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário