sábado, 9 de maio de 2015

+ Vídeo - Polícia Investiga Laboratório Abandonado - Encontram Bebês Mumificados em Frascos e Órgãos Humanos


A polícia da Rússia está investigando um laboratório de patologia abandonado onde restos mumificados de bebês foram descobertos por moradores chocados.

Oficiais iniciaram uma investigação sobre a descoberta macabra de partes de corpos, incluindo ossos e órgãos humanos deixados espalhados em uma instalação em Tobolsk, na Sibéria ocidental.

Restos de um bebê morto descoberto no laboratório de patologia abandonado em Tobolsk, na Sibéria.

As cicatrizes são visíveis em muitos dos corpos dos bebês, mostrando onde os procedimentos cirúrgicos foram realizados e alguns são tão recentes que acredita-se que tenham sido realizados há 3 anos.

A descoberta horrível e macabra foi feita pelo estudante de medicina Georgy Grigorchuk de Tobolsk, quem havia feito uma curta caminhada em um parque frequentado por crianças quando viu um prédio com uma porta aberta.

O estudante de Medicina Georgy Grigorchuk de Tobolsk viu a porta do prédio aberta e decidiu se aventurar no interior.

Entrando na instalação, ele relatou ter visto frascos contendo restos, lâminas usadas para exames de sangue e crânios abandonados em prateleiras empoeiradas. Frascos de plástico possuem datas escritas na lateral, incluindo Janeiro de 2012.

"Eu soube sobre esse lugar por outros estudantes da minha faculdade de medicina", disse ele. "Ouvi dizer que nesse laboratório havia um monte de coisas interessantes abandonadas. Ou seja, alguns livros espalhados, órgãos em frascos de vidro, todos os tipos de documentos. Foi muito interessante para um estudante de medicina."
.
O edifício semi-destruído estava em estado de abandono, mas em alguns frascos de plástico haviam datas escritas no lado tão recentes quanto janeiro de 2012.

O Sr. Girgorchuk alertou jornalistas locais sobre o fato de restos humanos terem sido deixados no laboratório em desuso, que possui um necrotério em anexo.
Ele passou sua descoberta à agência de notícias local Tobolsk.info e o relatório resultante destacou que os "cadáveres murchos de bebês" causou um escândalo de choque e revolta entre a população local.

Ao lado dos restos humanos jazem documentos detalhando o histórico médico de pacientes mortos e a natureza dos procedimentos realizados, assim como nomes de família e outras informações pessoais.
.
A imagem mostra o que parece ser os restos de uma criança em um frasco encontrado no edifício abandonado. As cicatrizes eram visíveis nos corpos de bebês, mostrando onde os procedimentos cirúrgicos foram realizados.
Frascos com restos de conteúdo espalhados nas prateleiras empoeiradas da instalação.
O escritório do procurador da República abriu uma investigação em meio a suspeitas de violações da lei sobre a eliminação de restos humanos e documentos médicos por parte do antigo laboratório.
A instalação havia sido usada para exames post-mortem até que esse trabalho foi transferido para um novo edifício em um hospital próximo.
Depois que o jornal relatou o caso, a porta da instalação foi fechada e pregada, mas os restos humanos ainda continuam lá dentro.

Georgy Grigorchuk, que encontrou o laboratório, disse: "Foi muito interessante para um estudante de medicina como eu."
A luz brilha através de uma janela empoeirada em um frasco contendo restos humanos no antigo laboratório.
Lâminas usadas em exames de sangue estavam entre os achados macabros no laboratório de patologia abandonado.

O escritório do procurador do Estado iniciou uma investigação sobre o horror em meio a suspeitas de violações da lei sobre a eliminação de restos humanos e documentos médicos por parte do ex-laboratório.

Não se sabe se as autoridades entraram em contato com os pais das crianças mortas identificadas nos prontuários médicos.

.

2 comentários: