terça-feira, 12 de maio de 2015

Veja Só o Que 2 Anos em Marte Fizeram ao Robô Curiosity


Definitivamente, é bastante duro o dia a dia de trabalho de um robô interplanetário e justamente para honrar os feitos desse robozinho, estou publicando este artigo do ano passado que passou um tanto despercebido do grande público.

Código Morse em Marte 0 Código Morse em Marte

O rover Curiosity da NASA recentemente terminou o seu segundo ano de exploração de Marte, e o duro ambiente do planeta vermelho cobrou a sua cota de desgaste. O terreno rochoso, dunas de areia difíceis, e a exposição às tempestades de pó marcianas deixaram o robô todo-terreno com um aspecto de fadiga e sujeira.

Um dos maiores problemas que a NASA enfrentou, foi o dano das seis rodas do Curiosity.
Não só são as rodas (outrora lisas), agora rachadas e deformadas por todas partes, mas na parte inferior esquerda pode ser visto um dos muitos buracos que rasgou o alumínio.
Um dos muitos locais no rover coberto de terra avermelhada...
Este penny dos Estados Unidos de 1909 é parte de uma série de marcas e objetos destinados a ajudar a calibrar as câmeras equipadas no Curiosity.
Um monte de peças do Curiosity estão expostas, e continuarão acumulando sujeira ao longo da vida do rover.
Com o Lava Jato (Santa referência a nossa operação Batman! NDT.) mais próximo a 320 milhões de quilômetros de distância, partes estáticas do rover como esta estão condenadas a acumular o pó marciano.
Outra área de calibragem acumulando pó, e o logotipo do Jet Propulsion Laboratory na parte superior da imagem está quase completamente escurecido.
O relógio de sol MarsDial também atua como uma ferramenta de regulagem para as câmeras. Também pode ser encontrado um destes nos rovers Spirit e no Opportunity que atualmente residem em Marte.
Estes dois "selfies" do Curiosity, cada um feito a partir de múltiplas imagens, mostram que a parte superior do rover (onde se encontram as câmeras de navegação) se manteve em boa forma apesar do desgaste em outros locais.


Código Morse em Marte 0 Código Morse em Marte

Para finalizar, uma notícia da primeira foto em cores do pôr do sol em Marte feita pela sonda Curiosity esta semana.

As imagens do pôr do sol encoberto pelas duas tempestades de pó que tiveram lugar no dia 8 de março de 2015, na cratera Gale, onde se encontra o Curiosity, são as primeiras de um pôr do sol tomadas pelo robô espacial desde sua aterrissagem em Marte em 6 de agosto de 2012.


O rover da NASA conseguiu captar a imagem mediante sua câmera Mastcam em uma condições de tempestade de pó, o que ajudaria os cientistas a avaliar a distribuição vertical do pó na atmosfera.

Fonte Fonte Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário