segunda-feira, 8 de junho de 2015

420 Pedras Removidas do Rim de um Chinês


Os médicos no hospital público de Dongyang na província de Zhejiang, China, removeram um total de 420 pedras do rim esquerdo de um homem na última sexta-feira dia 5 de junho de 2015.

O paciente, de sobrenome He, visitou o médico no mês passado depois de sofrer de dor abdominal intensa. Ambos, médicos e paciente, ficaram chocados quando uma tomografia computadorizada revelou que seu rim esquerdo estava abarrotado de pequenas pedras.

"Eu nunca vi tantas pedras nos rins", disse um dos médicos, que tem oito anos de experiência médica. "O rim não seria capaz de funcionar adequadamente se tivessse esperado por mais tempo. O rim inteiro precisaria ser removido."

420 pedras

O homem disse que há 20 anos, teve 10 pedras retiradas de seu rim esquerdo por meio de litotripsia, um procedimento médico que destrói pedras nos rins.
Desta vez, os médicos utilizaram fórceps para remover as pedras uma por uma.

"A operação demorou quase duas horas", disse um dos médicos aos jornalistas. "Nós passamos 45 minutos apenas removendo as pequenas pedras. Após a operação, minhas mãos e pernas ficaram dormentes."

Ele acredita que a principal causa de suas pedras nos rins, foi causada pelas suas refeições diária de tofu com gipsita (gypsum tofu), um alimento popular local com altas concentrações de sulfato de cálcio. Ele também possui o mau hábito de nunca beber água pura.

Recordação

"Os produtos de soja, especialmente o 'gypsum tofu', são muito ricos em cálcio", disse Wei Yubin, um médico do hospital . "O excesso é que não pode ser excretado do organismo sem uma ingestão suficiente de água."

Apesar do homem de 55 anos de idade ter se recuperado da operação, seu rim esquerdo está agora mais fraco do que antes. Ele armazenou suas pedras em um saco plástico para guardar como recordação e, provavelmente, como um lembrete ativo de que deve parar de comer esse tipo de tofu.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário