segunda-feira, 6 de julho de 2015

Fogueira da Véspera de São João em Ålesund


A festa do dia de São João Batista também é comemorada em toda Europa, partes dos Estados Unidos e no Canadá. O dia santo cristão foi fixado em 24 de junho, porque no evangelho de Lucas figura que João nasceu seis meses antes de Jesus, ou na véspera de Natal, mas na maioria dos países as festividades são realizadas principalmente na noite anterior, na véspera de São João.

A festa de São João coincide com o solstício de junho, também conhecido como solstício de verão e a véspera de São João é tradicionalmente comemorada com fogueiras. Em muitos países, fogueiras são acesas na noite e as pessoas dançam e cantam em torno dela. Na comuna norueguesa de Ålesund, fogueiras são levadas ao extremo e os habitantes da cidade de Slinningsbålet fazem fogueiras com mais de 30 metros de altura (Mais de 100 pés).


Em 2010, foi estabelecido um recorde para a fogueira mais alta com 40,45 metros (132,71 pés). O recorde anterior era de 37,84 metros (124,14 pés), estabelecidos em 1993.


30 a 40 pessoas levam vários dias para construir a torre enorme com caixas de madeira que eventualmente é queimada. A torre em chamas é construída sobre um pequeno pedaço de terra na margem de um rio para quando tombe, caia na água e não represente quaisquer perigos.








Fonte

Um comentário:

  1. O engraçado é que os cristãos (Exceto os os teólogos) não fazem a menor ideia do sentido desta festa (E de suas crenças cristãs como um todo). Nunca sequer param para pensar sobre isso, mas continuam repetindo os costumes de forma sistemática, mecânica e alienada. Este é um ritual herdado da tradição pagã, onde era comemorado o Solstício de Verão. Na Idade Média, durante o processo de cristianização (Do paganismo, de tudo e de todos), esta celebração muito famosa passou a ser relacionada a São João Batista pelos cristãos, assim como quase todo o resto da cultura pagã. Pois é, nem criatividade para inovar eles tiveram. Saíram roubando as tradições alheias, matando/perseguindo seus praticantes e os associando ao mal/demônio...
    Mas como é a vida não é mesmo? Tudo o que vai, volta e tudo o que sobe, desce.
    Os radicais de ontem agora estão começando a sofrer com os radicais de hoje. (E.I)

    ResponderExcluir