quinta-feira, 2 de julho de 2015

Luta de Robôs Gigantes Em Breve? - Inventores Americanos Desafiam Homólogos Japoneses Para Um Duelo


A MegaBots com sede na Califórnia, EUA, anuncia a sua missão muito claramente no site da empresa: Robôs gigantes de combate. Mas agora, eles estão a poucos passos de chegar a esse objetivo.

O MegaBot Mark II é claramente um robô, e definitivamente, gigante, mas realmente não tem lutado tanto assim. Uma vez que ninguém quer assistir robôs gigantes lidando com seus demônios psicológicos internos e problemas emocionais, o Mark II quer um adversário e seus designers americanos decidiram lançar um desafio ao outro lado do Pacífico, liberando um vídeo desafiando oficialmente, o também robô gigante do Japão para um duelo.

O vídeo apresentando o MegaBot Mark II é cheio de arrogância, como seria de se esperar de uma empresa que utiliza múltiplas variantes da palavra "badass" na seção de seu site onde descreve a sua organização e funcionários.

.
O Vídeo mostra o Mark II sendo montado na fábrica e também em ação, atirando no logo do patrocinador e carros estacionados com seu enorme canhão de paintball.






Essas são as coisas que você esperaria ver em um vídeo promocional de um robô gigante, mas uma coisa parece fora meio de lugar. Apesar do estilo bombástico e patriótico dos trajes dos apresentadores e a música de fundo, o vídeo está legendado em japonês.


Isso se deve a que tão orgulhosos quanto a criação do MegaBots, os americanos sabem que não são a única equipe montando um robô gigante pilotável. Existe também a Industria de Maquinário Pesado Suidobashi do Japão com o seu robô Kuratas comercializado no site Amazon Japan.

O robô gigante japonês Kuratas na edição deste ano da Tokyo Toy Show.
O Kuratas  está sendo vendido pela internet.
O preço do Kuratas é de 120 milhões de Ienes ou aproximadamente 3 milhões de reais

Assim, após a introdução aos espectadores do MegaBot Mark II, um dos apresentadores encara a câmera e aborda o equipamento japonês:

"Suidobashi, nós temos um robô gigante. Você tem um robô gigante. Você sabe o que tem que acontecer. Nós o desafiamos para um duelo. "

O tradutor das legendas em japonês no vídeo decidiu pegar pesado, usando termos como "Omaetachi" que quer dizer literalmente "Vocês", mas inferiorizante no contexto, apenas para adicionar uma pitada extra de belicosidade.

Vamos dar uma conferida nas medições antes da luta dos potenciais adversários.

● Altura

MegaBot Mark II: 4,6 metros (15 pés)

Kuratas: 3 metros (12,5 pés)

● Peso

MegaBot Mark II: 5.455 kg (12.000 libras);

Kuratas: 5.000 kg (£ 11.023)

Claro que o robô americano é maior e mais pesado. Nós não sabemos se isso significa que o Mark II é mais blindado ou se o Kuratas é mais manobrável até que entrem na arena.

● Armamentos atualmente disponíveis

MegaBot Mark II: Canhões lançadores de bolas (paintballs) de tinta de três libras (1,4 quilos) a mais de 100 milhas por hora (161 quilômetros por hora) de acordo com o vídeo do Megabots, ou 120 milhas por hora, de acordo com o seu website.

Kuratas: Metralhadora de canos rotativos Gatling com munição BB de 5.5 milímetros e lançador de foguetes não-incendiários de plástico.

● Número de pilotos

MegaBot Mark II: Dois

Kuratas: Um

A diferença no número de operadores humanos é um elemento que não poderia ser previsto ou controlado. Ostensivamente, ter dois pilotos deveria permitir dividir responsabilidades de combate, como por exemplo, um se concentrando no deslocamento e o outro controlando o sistema de armas, como em aeronaves militares modernas de dois lugares.

Mas se anos assistindo os animes de robôs nos ensinaram alguma coisa, é que é impossível para duas pessoas compartilharem as tarefas de pilotagem de um robô gigante, sem desenvolver uma quantidade palpável de tensão romântica e/ou sexual.


Será que os pilotos do Megabot serão capazes de lutar deixando de lado suas possíveis diferenças, ou será que o Kuratas controlado por um só piloto poderá se aproveitar de falhas humanas?

A Suidobashi ainda precisa responder o vídeo, mas a MegaBots risca uma linha clara na areia, concluindo sua apresentação dizendo a empresa japonesa:

"Preparem-se e escolham o nome do campo de batalha. Em um ano, nós lutaremos."

Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário