quarta-feira, 1 de julho de 2015

O Artista Alemão Perseguido pelos Nazistas por suas Fotomontagens

Depois de uma infância muito difícil, Helmut Herzfeld foi abandonado por seus pais na adolescência junto de seus três irmãos, mas mesmo assim, conseguiu estudar na Escola de Artes e Ofícios de Munique. Entre 1917 e 1918, já residindo em Berlim, tomou várias decisões que marcariam sua vida e sua forma de ver o mundo: ante a crescente anglofobia que se estendia por toda a Alemanha, decidiu britanizar seu nome para se converter em John Heartfield; se afiliou ao Partido Comunista e converteu-se em membro ativo do dadaísmo (movimento cultural e artístico que se rebelou em frente ao convencional e tradicional).

Em abril de 1933, com os nazistas já no poder, teve que escapar por uma janela quando membros das SS assaltaram sua casa. Atravessando a pé a cadeia de montanhas conhecida como Sudetos, fugiu da Alemanha para instalar-se na Checoslováquia. Cinco anos mais tarde, ante a iminente ocupação da Checoslováquia, teve que fugir novamente, desta vez à Inglaterra. Estas são algumas das obras pelas quais Helmut Herzfeld foi perseguido pelos nazistas:

Nunca mais
Sangue e ferro
E no entanto, o mundo se move
Super-homem Hitler, engole ouro e cospe lixo
A cara do Fascismo (Mussolini)
O Executor e a Justiça
A roda da tortura
O carvalho alemão
Heil Hitler
A cruz não pesa o bastante



Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário