segunda-feira, 13 de julho de 2015

Os Chineses Estiveram Na América 2.800 Anos Antes da Chegada de Cristóvão Colombo?


O arqueólogo norte-americano John Ruskamp descobriu no Monumento Nacional da cidade de Albuquerque, no Novo México, EUA, uma série de Petróglifos antigos chineses feitos há 3.300 anos.


As excecionais inscrições foram registradas na área do monumento que protege uma grande quantidade de recursos naturais e culturais: cinco cones vulcânicos, centenas de jazigos arqueológicos e aproximadamente umas 25.000 imagens criadas pelos povos indígenas e os primeiros imigrantes espanhóis.

Ruskamp acredita que os pictogramas mostrados nesta imagem, encontrados no Arizona, pertencem a uma ancestral escritura chinesa. 


A equipe de especialistas que colaboram com Ruskamp concluiu que os petróglifos possivelmente foram escritos por exploradores chineses da época da dinastia Shang que governou na China entre os séculos XVII e XI antes de Cristo. Isto significa que os chineses chegaram ao atual território dos EUA, quase 2.800 anos antes da chegada de Colombo à América.

Com a ajuda de especialistas sobre a cultura Neolítica da China, Ruskamp foi capaz de decifrar os pictogramas (mostrados aqui com suas traduções). A cena detalharia o sacrifício ritual de um cão ao rei Da Jai da terceira Dinastia Shang. 
Os cientistas conseguiram decifrar algumas das inscrições encontradas. A forma e o conteúdo das imagens permitem sustentar que os petróglifos são originais. Um artigo científico dedicado à investigação atualmente encontra-se em revisão.

Este desenho faz parte do conjunto encontrado no Arizona, é um antigo símbolo para "voltando juntos". Ruskamp insiste que as marcas de erosão e a idade das inscrições sugerem que não são falsificações. 

Ruskamp também afirma que a evidência de DNA indica que os nativo americanos e as populações asiáticas compartilham muitos traços em comum.

"Por séculos, os pesquisadores debateram se em tempos pré-colombianos houve intercâmbios significativos entre as pessoas da Ásia e a da América; pois aqui temos evidência epigráfica sólida como a rocha, que os exploradores asiáticos não só chegaram na América, mas também que interagiram positivamente com os nativo americanos, e em múltiplas ocasiões, antes que qualquer europeu chegasse ao continente", concluiu o pesquisador.

Fonte Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário