terça-feira, 11 de abril de 2017

Blue Pickets - Diminutos "seres" Voadores Invisíveis a Olho Nu

Conseguem filmar um novo e desconcertante fenômeno dito "paranormal" que já foi batizado como blue pickets. O mistério está sendo relacionado com entidades etéreas.

Uma mulher da Flórida, Estados Unidos, teria imortalizado com seu smartphone algumas pequenas luzes azuis revoando rapidamente por sua casa e que seriam invisíveis ao olho humano.

Inicialmente, essa mulher pensou que podiam se tratar de algum tipo de reflexo ainda que depois descobriu que toda a casa estava cheia dessas "estranhas criaturas voadoras luminosas". 

A mulher tomou mais fotografias com diferentes telefones celulares e sempre obtém o mesmo resultado, em todas as fotos e vídeos se podem ver pequenos pontos de uma "luz azulada" que têm um movimento rápido.



Não se tratam de Orbs, no sentido estrito e os especialistas do paranormal batizaram o fenômeno de blue pickets (Algo como "pontos azuis").

Essas misteriosas "luzes azuladas" têm um tamanho diminuto. Seriam faíscas que voam livremente através da casa, como se fossem insetos mas são invisíveis a olho nu, (só aparecendo em filmagens ou fotos segundo estão dizendo). 

Não se trata de reflexos na lente ou montagem, já que seu movimento não está associado ao movimento da câmera e além disso, voam muito rapidamente em linha reta e às vezes, em trajetórias complexas fazendo giros repentinos.



De certo modo, lembram os os Rods. Descobertos, ou propostos por Jose Escamilla enquanto ele tratava de filmar um OVNI na localidade de Roswell, Novo México.

Os rods são detectadas na forma de objetos em movimento sobre uma paisagem externa, especialmente em gravações de vídeo ou fotografia e foram qualificados durante um tempo como "criaturas pseudo-criptídeas". 

Os céticos costumam argumentar que na verdade, não são nada mais que insetos em voo que viajam a alta velocidade criando um efeito ótico mas neste caso, não seriam "Rods" pois o fenômeno acontece no interior de uma moradia e não no exterior.



O vídeo abaixo, foi obtido por John Bomhoff, quem se interessou pelo caso e decidiu investigar. 
Há 30 anos que ele trabalha como operador de câmera e produtor e nunca teria visto nada igual. 

No início, ele pensou que essas "criaturas" eram simples insetos, muito similares aos conhecidos vaga-lumes, mas depois mudou de ideia porque só são visíveis no vídeo ou em fotografias e quando fora da câmera, são invisíveis para o olho humano.

.
.Opção2

Ainda mais surpreendente, seria que se movem apenas em certos ângulos na direção do movimento da câmera e sempre estão próximos da lente. Talvez às "criaturas" gostem das luzes da câmera?
A maioria dos objetos tem uma forma esférica e aparentemente teriam um certo peso.

Pra mim, isso daí é grão de poeira
Fonte

2 comentários:

  1. Grãos de poeira levados ao sabor do vento; nada mais.

    ResponderExcluir
  2. Isso, na minha casa, chama-se poeira.

    ResponderExcluir