sábado, 22 de abril de 2017

VIVEU EM 3 SÉCULOS - VIU 90 GOVERNOS ITALIANOS PASSAR PELO PODER E 2 GUERRAS MUNDIAIS

Recentemente, a Itália e o mundo inteiro, encararam a perda de uma de suas pessoas mais longevas de todos os tempos: Emma Morano. Essa italiana que viveu 117 anos e 137 dias, entrou para o livro dos recordes por ser a pessoa, oficialmente, com mais anos vividos sobre a face da Terra.

Emma, a primeira de 8 irmãos, nascida em 29 de novembro de 1899, na terra da pasta e do "dolce far niente" ("a doçura de não fazer nada") era a última pessoa viva que havia nascido no século XIX.

O que todos se perguntam: como viveu tanto?


Você já se imaginou soprando 117 velinhas?
Emma Morano soprou.
A pessoa com maior idade do planeta afirmava, com sua voz frágil, que muito devia à peculiar dieta que manteve durante muitos anos e que consistia em 3 ovos por dia (dois crus e um cozido), pasta italiana, um pouco de conhaque caseiro e chocolate, mas acima de tudo, pensar positivo a respeito do futuro.

Carlo Bava, quem foi seu médico durante 27 anos, afirmou que nos últimos tempos, ela só comia 2 ovos e às vezes, alguns bocados de comida, mas que nunca se alimentava com frutas nem vegetais e que poucas vezes seguia os conselhos médicos.

"Meu celibato também me salvou"

Emma contou que durante a Primeira Guerra Mundial, o seu noivo foi convocado ao front de guerra e jamais voltou. Por isso, se viu obrigada a contrair matrimônio com um homem que a ameaçou dizendo que se ela não se casasse com ele, a mataria.

.
.
Apesar de ter se convertido no seu esposo e terem tido um bebê chamado Angelo Martinuzzi, Emma expulsou ele de sua casa quando o menino de apenas 6 meses faleceu.

Ela não gostava de ser dominada por ninguém e esta ânsia de liberdade em grande parte também contribuiu para que pudesse viver tantos anos, de acordo com suas próprias palavras.



Ninguém duvida de que Emma Morano morreu em paz e da melhor maneira: sem nenhum tipo de sofrimento físico nem mental. Seu médico afirmou que viu ela no dia anterior e apesar de que o saudou como sempre, já fazia algumas semanas que dormia mais do comum e falava menos.

Em recentes entrevistas a longeva italiana havia dito que estava muito satisfeita com a vida que levou e que os anos mais felizes haviam sido os da sua juventude.


Ela conheceu os séculos XIX, XX, e XXI, Sobreviveu a duas guerras mundiais e viu 90 governos italianos entrando e saindo do poder...

Não é pra qualquer um não é mesmo?

Fonte Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário