segunda-feira, 1 de maio de 2017

A CRIPTA DA CIVILIZAÇÃO - SUA PORTA ESTARÁ FECHADA POR 6 MIL ANOS

Sob a fundação da Phoebe Hearst Memorial Hall na Universidade de Oglethorpe, na Geórgia, Estados Unidos, existe uma grande sala fechada por uma porta de aço inoxidável soldada há mais de setenta e cinco anos. 

Uma placa nessa porta, proíbe estritamente qualquer um de tentar abri-la pelos próximos seis mil anos.

Atrás desta porta de aço há uma variedade de artefatos e documentos que compreendem quase todo o conhecimento da humanidade. Ao menos, o conhecimento até a década de 1940.

Esta sala é a chamada de Cripta da Civilização e representa a primeira tentativa bem-sucedida de registrar e preservar uma instantânea da cultura humana e civilização, para os futuros habitantes do planeta Terra. Se trata da primeira cápsula do tempo intencional do mundo.

Conteúdos da Cripta da Civilização. 
A ideia para a cápsula do tempo foi concebida pelo Dr. Thornwell Jacobs em 1936, que era naquele tempo o presidente da universidade de Oglethorpe. Enquanto pesquisava e ensinava sobre culturas antigas, Jacobs ficou impressionado com a falta de informações sobre civilizações passadas. 

Isso o levou à ideia de criar um registro do que era a vida na terra, para diminuir as lutas hercúleas dos futuros historiadores que poderiam querer estudar nossa civilização atual.

Conteúdo da cripta.
Para ajudá-lo nessa tremenda tarefa, o Dr. Jacobs procurou a ajuda de Thomas K. Peters, um pioneiro produtor americano de filmes, fotógrafo e inventor. Peters foi designado para o cargo de arquivista do projeto e gerente geral de desenvolvimento e construção.

O trabalho na cripta começou em agosto de 1937 e nos três anos seguintes, a equipe de Peter coletou um número impressionante de itens, incluindo cerveja Budweiser, dentaduras, manequins masculinos e femininos, folhas de alumínio, jogos de tabuleiro, brinquedos de plástico, pratos, vaselina, meia-calça, Máquinas de barbear elétricas, máquina de costura, calculadora, sementes e o que mais fosse possível armazenar na cripta.

Conteúdo da cripta.
Você pode encontrar a lista completa neste link. Além disso, mais de seiscentas mil páginas de material escrito compilando o vasto conhecimento que adquirimos ao longo dos últimos 6.000 anos, foi coletado em microfilme. 

Livros e microfilmes.
A cripta também contém gravações de voz de figuras históricas como Adolf Hitler, Joseph Stalin, Benito Mussolini e Franklin Roosevelt. Clipes de som incomuns também foram incluídos, como o personagem de desenho animado o marinheiro Popeye e um campeão "chamador de porcos" (Hog Caller) .

A propósito do que seria um "chamador de porcos", confira uma competição de "Hog Calling" no seguinte vídeo:

.

Apesar da grande quantidade de coisas, se abstiveram de incluir ouro, prata ou jóias para tornar a cripta pouco atraente aos vândalos.

O local escolhido para a preservação da cripta foi o porão do Phoebe Hearst Hall da Universidade de Oglethorpe, que anteriormente tinha uma piscina. A sala media 6 metros de comprimento, dez metros de largura, e dez metros de altura e foi construída com sólidas rochas de granito, a sete metros de profundidade. 

As paredes foram forradas com placas esmaltadas de porcelana embutidas em resina impermeável. Todos os itens foram colocados dentro de receptáculos de aço com revestimentos de vidro, cheios de gás inerte de nitrogênio para evitar a oxidação e envelhecimento.

Dr. Thornwell Jacobs.
A data de abertura da cripta foi fixada para o ano de 8113. Essa data foi escolhida ao considerarem que o ano de 1936, era o ponto intermediário desde o estabelecimento do calendário egípcio, que se acredita ser de 4241 aC, e depois adicionando o mesmo número de anos que havia passado desde então, até o ano de 1936, que é de 6.177 anos.

Dr. Jacobs e dignitários na consagração da Cripta.
A cripta foi selada em 25 de Maio de 1940, e uma chapa com uma mensagem foi fixada na cápsula, implorando às gerações futuras para não abrirem a cripta até o ano de 8113. A mensagem diz o seguinte:

"Esta Cripta contém memoriais da civilização que existiu nos Estados Unidos e no mundo em geral durante a primeira metade do século XX. Em recipientes de aço inoxidável, em que o ar foi substituído por gases inertes, estão enciclopédias, histórias, trabalhos científicos, edições especiais de jornais, conferências, palestras de viagens, rolos de filme de cinema, modelos, registros fonográficos e materiais similares dos quais, uma ideia do estado e da natureza da civilização que existiu de 1900 a 1950 pode ser verificada. Nenhuma joia ou metais preciosos estão incluídos.

Dependemos das leis do condado de DeKalb, do Estado da Geórgia e do governo dos Estados Unidos e seus herdeiros, cessionários e sucessores, e do senso de esportividade da posteridade para a preservação contínua desta abóbada até o ano 8113, momento em que ordenamos que seja aberto pelas autoridades que representam as agências governamentais acima mencionadas e a administração da Universidade de Oglethorpe. Até esse momento, imploramos a todas as pessoas que esta porta e os conteúdos da cripta dentro possam permanecer invioláveis."

Também foi considerada a possibilidade das gerações futuras terem se esquecido de falar inglês. Assim, uma máquina chamada "Language Integrator" foi colocada na frente da câmara selada para ensinar quem abrir, a como falar Inglês.

A pesada porta de aço inoxidável.
A idéia de Jacob da cápsula do tempo gerou enorme interesse naquela época, inspirando muitos projetos idênticos em outros lugares. Entre eles, se destacam as cápsulas Westinghouse Time Capsules preparadas pela Westinghouse Electric & Manufacturing Company para a Feira Mundial de Nova York de 1939. 

A mensagem.

O recipiente que eles construíram foi moldado como um foguete e foi referido como uma "cápsula", dando à luz o nome de "cápsula do tempo", termo que é usado até hoje para descrever tais recipientes. A Westinghouse construiu outra cápsula em 1964. Ambas estão enterradas a 15 metros abaixo do Flushing Meadows de Corona Park, em Nova York. Estão programadas para serem abertas ao mesmo tempo no ano de 6939.

Fonte Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário