terça-feira, 23 de maio de 2017

"CRISTO DISSE QUE NÃO HÁ SEGUNDA GUERRA MUNDIAL" - ENTALHES EM ÁRVORES POR PACIENTES PSIQUIÁTRICOS

No Parque Comunitário de Perryville, em Perryville, no estado norte-americano de Maryland, não muito longe do Centro Médico dos Veteranos de Perry Point, há uma pequena floresta com cerca de cem árvores com mensagens enigmáticas esculpidas em suas cascas.

As árvores estão no terreno do que um dia fez parte o centro médico da administração dos veteranos de Perry Point, antes de se transformar no parque de Perryville.

O Centro Médico é um hospital psiquiátrico, e muitos de seus pacientes são veteranos militares dos EUA. Durante a sua permanência no hospital psiquiátrico e no centro de reabilitação, alguns dos pacientes visitaram o terreno e deixaram a sua marca e os exploradores urbanos modernos, descobriram.

Muitas dos entalhes são breves, declarações de uma palavra com tons obscuros, como "Ajuda", "Assassinato" e "Polícia". Outros contêm retórica religiosa e declarações políticas:

"Rei dos Reis e Senhor dos Senhores" 
"Batalha do Armagedom" 
"Toda autoridade é dada a Ele no Céu e na Terra" 

"Cristo disse à polícia que não há Segunda Guerra Mundial"

Algumas mensagens contêm frases confusas:

"Os monges não queriam assassinar Taylor Holly".
"Eddie Kenny não queria assassinar George Norris, mas Santo Inácio o fez".

Muitas das árvores contêm o nome "Nelson Jochnou" e é possível que tenha sido o nome de um dos entalhadores.

As esculturas foram feitas há muito tempo, mas poucos moradores de Perryville estão cientes de sua existência.

O Perry Point era originalmente um hospital geral que fornecia cuidados para pacientes com várias inabilidades antes que se transformasse em uma ala psiquiátrica nos anos 1920. A Administração de Veteranos surgiu em 1930.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário