domingo, 21 de maio de 2017

DER WAHRE JACOB (1884–1933)


Der Wahre Jacob ("O verdadeiro Jacó") foi uma publicação alemã de sátira política, de tendência social-democrata, que existiu de 1879 até 1933.

Foi fundada em Hamburgo e seu primeiro editor foi Wilhelm Blos, naquele momento, um jornalista vinculado ao diário socialista Hamburg-Altonaer Volksblatt.

As leis antissocialistas alemãs de 1878, aprovadas para dificultar a organização do Partido Operário Social-democrata, motivaram o fim da publicação em outubro de 1880. 

Wilhelm Blos se mudou para Stuttgart e conseguiu retomar as publicações em 1884. A tiragem naquela época era de 40 mil cópias e cada exemplar custava 10 pfennigs (centavos).

Sua linha editorial pretendia ridiculizar os conservadores, a Otto von Bismarck e aos poderes fáticos germanos (militares, burguesia e igreja), assim como defender os ideais social-democratas e a sua implantação na sociedade. 

A revogação das leis antissocialistas em 1890 normalizaram sua publicação e a partir de 1891 foram acrescentadas caricaturas em cor, único motivo pelo qual, aparecem aqui no Curionautas.com.br.

Graças a isso sua tiragem foi aumentada para 100 mil exemplares, número que foi triplicado em 1912.

Ainda que a Primeira Guerra Mundial reduziu sua distribuição, foi mantida uma tiragem de 200 mil cópias que a converteu no meio de comunicação socialista de maior circulação na Alemanha, assim como na revista satírica mais popular. Mais até do que Kladderadatsch (conservador) e Simplicissimus (liberal).

A hiperinflação alemã, provocou o fim de sua edição em 12 de outubro de 1923. 

Em janeiro de 1924 foi lançada uma nova revista com menos orçamento, Lachen links, e em julho de 1927 foi retomada o Der Wahre Jacob original, muito crítico com o nazismo e em especial com Adolf Hitler, líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães.

A ascensão ao poder dos nazistas supôs o desaparecimento do Der Wahre Jacob, que saiu por última vez em 25 de fevereiro de 1933. Todo seu arquivo está disponível na biblioteca da Universidade de Heidelberg.

Otto Emil Lau - Como o dióxido de carbono na região do Ruhr está preocupado com o bem comum, 1904

Não assinado - O Terror da Europa, 1916

Emil Erk - a pomba da paz, 1902

Hans Gabriel Jentzsch - Do bom vizinho, 1905

Hans Gabriel Jentzsch - O Conselho do Diabo, 1899

A. Mrawek - Sonhos do Pai, 1909

Não assinado - A frota alemã Lindwurm, 1906

Maximilian Vanselow - Primeiro de maio, 1909

Hans Gabriel Jentzsch - Tsar Nicholas no Desfiladeiro do Lobo, 1917
Não assinado - Um fantasma em plena luz do dia, 1900

Não assinado - O monstro liberal nacional na Alemanha submarina, 1906

Não assinado - Um radical para o mundo cultural, 1899

Willy Lehmann-Schramm - Arrecadação do Império Alemão, 1910

Não assinado - O Edipo Moderno, 1913

Georg Kretzschmar - O Novo Diógenes, 1923

Não assinado - a cozinha liberal nacional da bruxa, 1894

Willy Lehmann-Schramm - Novas Formações de Cometas no Céu Político, 1909

Não assinado - os fazendeiros e a troca conservada em estoque, 1897

Hans Gabriel Jentzsch - As almas bonitas se encontram, 1899

Arthur Krüger - o ovo da páscoa, 1915

Otto Emil Lau - A Compaixão de Satanás, 1904

Willi Steinert - Feliz Ano Novo !, 1914

Hans Gabriel Jentzsch - A Incursão, 1900

Arthur Krüger - O matador de dragão, 1920

Não assinado, Depois de Arnold Bocklin - Assombração no castelo, 1907

Hans Gabriel Jentzsch - O Dragão da Discórdia, 1916

Não assinado - Demagogos do centro, 1902

Hans Gabriel Jentzsch - descida de John Bull no inferno, 1902

Monogramm A. M. - Como o Senhor Deus de 1909

Arthur Krüger - O Moloch, 1920

Monogramm Leo - O usurário da batata no inferno, 1915

Hans Gabriel Jentzsch - Jogo de Reação para Crianças, 1897

Não assinado - Das Bálcãs, 1913

Não assinado - o sonho de Bulow, 1902

Não assinado - um Laocoonte moderno, 1916

Ferdinand Leeke - Thor bate na serpente de Midgard, 1895

Não assinado - A luta social-democrata com o dragão, 1893

Não assinado - Espíritos Assustadores, 1899

Monogramm L - Noite de Santa Valburga, 1893

Willy Lehmann-Schramm - Ilustração do texto "Der russische Nero" ("O Nero russo") 1907

Rata Langa - Japão pequeno como um promotor cultural, 1904

Monogramm L - O Flagelo Das Nações, 1893

Monogramm L - Uma manhã de maio, 1897

Rata Langa - Entre Cila e Caríbdis, 1899

Não assinado - a guerra, 1895

A. Mrawek - O Moabita atirador, 1910

Maximilian Vanselow - concerto agrícola, 1906

Hans Gabriel Jentzsch - o brilho de Polifemo, 1899

A. Mrawek - Supervisão escolar espiritual, 1910

J. U. Engelhard - Proteção de longo alcance, 1918

Hans Gabriel Jentzsch - O mais recente da sede da Spiritus, 1909

Artista desconhecido - Humor do exterior, 1923

Hans Gabriel Jentzsch - No aniversário do bloco, 1907

Walter Crane - Édipo e a Esfinge, 1895

Não assinado - Bem-estar social, 1907

Willibald Krain - Crepúsculo político, 1923

Artista Desconhecido - A escolha em Borna-Pegau, 1914

Não assinado - Um Dorado da luz-tímida, 1909

Friedrich W. Wagner - Caminhos da Luz, 1919

Willi Steinert - Novas contas a receber da Marinha, 1914

Nenhum comentário:

Postar um comentário