domingo, 31 de dezembro de 2017

O QUE É O "SWATTING", QUE ACABA DE MATAR UM HOMEM?


O termo "swatting" entrou para os dicionários de língua inglesa no ano de 2015, mas a "pegadinha" a que se refere já era bem conhecida das autoridades.

O sentimento geral era de que: "Um dia isso vai acabar mal"... E foi o que aconteceu.

As vítimas são os usuários que transmitem os seus jogos online ao vivo, através de streaming. De repente, a casa do inocente jogador é invadida por uma equipe da polícia fortemente armada, que pouco antes recebera uma CHAMADA FALSA alertando para uma situação gravíssima ao ponto de justificar à intervenção.

Na noite de quinta-feira, dia 28 de dezembro de 2017, a pegadinha de mau gosto resultou na primeira vítima mortal - um agente da polícia disparou fatalmente em um homem, na cidade de Wichita, no estado norte-americano do Kansas, na sequência de uma chamada que contava sobre um tiroteio e reféns. A chamada telefônica, não passava de uma mentira.
.
.
Opção2
.
A "brincadeira" é conhecida por "swatting" porque tem por objetivo levar à intervenção das equipes da Swat na casa de um adversário do jogo online ou de um jogador aleatório.

Em entrevista aos meios, a família da vítima identificou o jovem como Andrew Finch. "Ouvi o meu filho gritar, me levantei e depois ouvi um disparo", contou a mãe aos jornalistas.

O policial que disparou o tiro fatal foi suspenso, enquanto a investigação estiver em andamento.
.
..
.
O que se sabe no momento, é que o "brincalhão" que ligou para o número de emergência disse ao operador que haviam atingido acidentalmente o pai com um disparo de arma de fogo e que naquele momento estava apontando a arma ao irmão e à mãe.

"Eles estavam discutindo e eu o acertei na cabeça e ele já não está respirando", relatou o autor da chamada, que chegou a ameaçar tocar fogo na casa.

A vítima da pegadinha Andrew Finch, que foi atingido por um disparo depois que um "engraçadinho" mandou à polícia a sua casa.

Quando a polícia chegou na casa, Andrew Finch saiu pra rua e, segundo os policiais, se recusou a levantar as mãos mesmo tendo sido repetidamente advertido. Acabou por ser atingido quando fez um movimento que um policial acreditou ser, para sacar uma arma (mas não era, já que depois foi comprovado que estava desarmado).

Segundo alguns jogadores ouvidos pelo jornal Wichita Eagle, que se identificam como pertencente à comunidade de jogos online, a causa desta tragédia reside em um desentendimento dos jogadores do popular Call of Duty.

Fonte

Um comentário:

  1. Quantos séculos ainda serão necessários para que a humanidade deixe, completamente, de ser idiota?

    ResponderExcluir