quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

AS CERCAS FEITAS DE MACAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL


Muitas casas em toda Londres, Inglaterra, são cercadas por retângulos de aço e malha de arame pintados de preto, com dobras peculiares próximas das bordas.

Ainda que à primeira vista pareçam ser algum design arquitetônico singular, as dobras têm um propósito, ou melhor, tiveram um propósito...


Esses retângulos de aço funcionava originalmente como macas usadas para transportar feridos durante a Segunda Guerra Mundial. As dobras que podem ser vistas nas imagens, são na verdade as pernas sobre as quais as macas eram colocadas no chão. Depois que a guerra terminou, muitas dessas macas foram reaproveitadas para substituir cercas que foram perdidas durante o conflito.


Nos meses que precederam a guerra em 1939, o governo do Reino Unido produziu mais de 600 mil macas em fábricas localizadas em Hertfordshire e West Midlands. As macas tinham uma armação de aço e um suporte de malha de arame; o aço foi escolhido para que as padiolas pudessem ser facilmente limpas e desinfetadas de germes, sujeira e sangue.

As dobras próximas das pontas, permitiam que as macas fossem apoiadas no chão e também, que fossem retiradas rápida e facilmente. Infelizmente, eram terrivelmente desconfortáveis e muitos voluntários do serviço de Defesa Civil, que foram transportados nessas macas, reclamaram da dureza e do desconforto.

Depois da guerra, o Reino Unido ficou com um enorme estoque de macas que precisava ser utilizado de alguma forma ou reciclado. E foi o que aconteceu, muitas propriedades nas cidades da Grã-Bretanha, perderam suas cercas pois foram removidas e derretidas para fabricar munições, tanques e outras armas para a guerra. Então, alguém teve a Brilhante ideia de soldar essas macas e criar cercas com elas.

As chamadas "stretcher fences" ("cercas de maca"), podem ser encontradas em muitas localidades em torno de Londres como Peckham, Brixton, Deptford, Oval e East London. As estruturas metálicas também foram usadas em outras cidades como Leeds e também na Escócia, mas são vistas com mais frequência no sul e leste de Londres.

Muitas dessas cercas Sobreviventes estão em boas condições. Outras foram removidas pelas autoridades locais devido à oxidação e consequente degradação. A recém-formada Stretcher Railing Society acredita que essas cercas são uma parte importante da herança da Grã-Bretanha e precisam ser preservadas. Essa sociedade já começou a catalogar os locais onde se encontram essas cercas.

As macas sendo utilizadas em um exercício de treinamento de Defesa Civil em Camberwell, por volta de 1940.

Vítimas de ataques eram levadas à segurança nessas macas durante a Segunda Guerra Mundial.


..
.
Fonte Fonte

2 comentários: